Geral

Cultura afro-brasileira será apresentada na Primavera dos Museus

Palestra com Babalorixá Francisco de Assis marcará início da semana especial

Foto: Cristian Pereira

Foto: Cristian Pereira

Com o intuito de mostrar a verdadeira cultura afro-brasileira, o Departamento de Patrimônio e Fundação Cultural de Criciúma, através do Museu Augusto Casagrande, e a Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial de Criciúma (Copirc), participam, entre os dias 23 e 29 de setembro, da 7° Primavera dos Museus, que este ano traz como tema central “Museus, Memória e cultura afro-brasileira”.

Além da exposição “Por trás dos muros”, que será aberta na manhã de segunda-feira, no Museu Augusto Casagrande, à tarde, a partir das 14 horas, na Livraria Fátima, o Babalorixá Francisco de Assis da Rosa Moreno, dará uma palestra com o tema “A importância das religiões de matriz africana na cultura brasileira”. O evento será aberto ao público.

Segundo o presidente da Fundação Cultural de Criciúma, Sérgio Luiz Zappellini, as pessoas não conhecem a cultura afro-brasileira e através desta exposição muito será apresentado. “O objetivo do tema é mostrar as contribuições da África para a sociedade brasileira e disseminar conhecimento e reflexão crítica sobre a realidade afro-descendente no país, contribuindo para a superação de preconceitos e discriminações”, declarou Zappellini.

Coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), esta semana sempre é realizada no inicio da primavera, com o mesmo objetivo da Semana Nacional de Museus, com o propósito de mobilizar os museus brasileiros, discutindo com instituições e sociedade temas atuais. Este ano estão participando do evento 589 instituições, que promoverão 1.779 atividades em 310 cidades em todas as regiões do país.

De acordo com a coordenadora do museu, Antônia Bernadete Nazário Budny, cultura afro-brasileira faz parte da história do Brasil, e contá-la a crianças e adultos durante a semana será ótimo. “Repassar a cultura e informações afro-brasileiras, é uma forma de apresentarmos o Brasil e seu desenvolvimento. A exposição irá mostrar de forma parcial como funciona os ritos de obrigações, que há um grande sincretismo entre as religiões”, comentou Antônia.

Alunos da SATC preparam objetos para exposição

De acordo com a professora Juliana Natal, que ministra aulas de História da Arte, através de um trabalho interdisciplinar entre sua matéria e Composição Visual, da professora Lucimara Medeiros, os alunos dos 1° anos do curso de Design de Interiores e Comunicação Visual, fizeram uma pesquisa sobre cores e cultura afro, o que foi finalizado com trabalhos que estarão expostos no Museu. “Através do levantamento eles desenvolveram almofadas, camisetas e até mesmo um calendário de 2014. Eles se inspiraram na cultura afro-brasileira para desenvolver esses trabalhos de design”, relatou a professora.

Confira a programação completa:

De 23/09 à 27/09

Exposição: Por detrás do muro

Horário: 8h às 12h / 13h às 17h

Local: Museu Augusto Casagrande

23/09

Babalorixá Francisco de Assis da Rosa Moreno

Tema: A importância das religiões da matriz africana na cultura brasileira

Horário: 14 horas

Local: Livraria Fátima

23/09

Apresentação de áudio visual sobre a presença negra na construção da Ferrovia Teresa Cristina e nas carboníferas de Criciúma.

Horário: 8h às 12h / 13h às 17h

Local: Casa do Agente Ferroviário Mário Ghisi

De 23 a 28/09

Exposição: Quilombolas do sul: sujeitos e práticas

Horário: 8h às 17h

Local: Casa do Agente Ferroviário Mário Ghisi

24 e 27/09

Oficina: Criatividade com inspiração afro-brasileira

Professora: Juliana Natal

Horário: 8h às 9h / 10h às 11h

Local: Museu Augusto Casagrande

25/09

Documentário: Quilombolas

Horário: 8h às 12h / 13h às 17h

Local: Casa do Agente Ferroviário Mário Ghisi

27/09

Mesa redonda: A presença negra nos diferentes espaços de Criciúma

Horário: 19h

Local: Casa do Agente Ferroviário Mário Ghisi

Colaboração: Milena dos Santos/Decom PMC

Notícias Relacionadas

Dois assaltos em duas horas na região de Tubarão

Um taxista e uma pedestre foram alvos dos criminosos.

Joares Ponticelli é o novo presidente da Amurel

Por consenso do grupo, prefeito de Tubarão assumiu a presidência da entidade.

Lotérica de Tubarão é assaltada por dupla

A motocicleta utilizada na fuga pelos criminosos foi encontrada abandonada atrás do ginásio Salgadão, no bairro Oficinas

Mulher desaparecida avisa família que ela, filho e marido estão bem