O Pensar Político – Conexão Capital

Dilema Progressista

O analista político e colunista Vilmar Dal Bó comenta sobre a mobilização em torno da pré-candidatura do ex-governador Esperidião Amim e as coligações pelo Estado

Foto: Divulgação

Enquanto cúpulas partidárias fazem alquimia para articular em um mesmo projeto PSD, PP, PSDB e PSB, lideranças comunitárias, filiados e simpatizantes do Partido Progressista criaram grupos de Whatsapp para incentivar a pré-candidatura do ex-governador Esperidião Amin (PP).

Já são mais de três grupos intitulados – Grupo de Trabalho: Santa Catarina quer Esperidião Amin Governador – com aproximadamente 250 pessoas em cada grupo. Sem falar em grupos independentes, como: Volta PP, Quero AMIN, EUSOU11. Participam dos grupos pessoas de todas as regiões do estado.

Segundo os administradores, os grupos nascem das bases progressistas para legitimar a pré-candidatura de Esperidião Amin que lidera a intenção de votos em praticamente todas as pesquisas. Porém, a ala resistente à candidatura do ex-governador ressalta que o movimento é, senão, a justa expressão de um “teto” já fidelizado. Em contrapartida, os pró-Amin, rebatem: “Em tempo de descrédito com a classe política, “teto” não é sinal de limite e nem de restrição, mas de patrimônio, respaldo e confiança.” Ou seja, a possibilidade real de chegada.

Matemática das coligações

Toda coligação deve nascer comprometida com o fim último da política e do Estado: promover o bem comum. Mas, nem sempre é assim. Muitas vezes o que prevalece é o cálculo da legenda e o medo de encolher. Há partidos que ao longo dos tempos viram drasticamente reduzir as suas bancadas.

Rivalidade como fomento

É inevitável não admitir que a força que move as eleições em alguns municípios é a rivalidade histórica. Eleições sem disputas entre o PMDB e o PP é “eleição morna”.

Bandeiras

Se existe algo que irrita um emedebista é questionar a descentralização. Se existe algo que irrita um progressista é menosprezar a força do Casal Amin.

Algo em comum

O grande orgulho da base do PMDB foi o ex-governo de Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e a descentralização administrativa. O grande orgulho das bases progressista é o ex-governador Esperidião Amin e seus governos considerados “O Bom Exemplo”.

Conexão Capital

Governo do Estado e da Assembleia Legislativa voltarão a ser conduzidos pelo PMDB.

Notícias Relacionadas

Semana termina com a garantia de revitalização da SC-390 ainda neste ano

Promessa do governador Moreira junto a empresários e lideranças de Orleans aconteceu nesta semana, em reunião plenária na ACIC.

Lideranças de Lauro Müller se reúnem com ministro do Meio Ambiente nesta segunda em Florianópolis

A reunião, que acontece às 15h, vai contar com a presença de membros que compõe os conselhos do Ecomuseu e da Cidade, além dos vereadores do município.

PSD, PP e PSB

Vampiro deixa Secretaria de Estado

Quem assume a pasta é o atual secretário adjunto Paulo França. Ele atuará também como presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).