Poder Legislativo

Economia da Câmara de Vereadores de Orleans será transferida para a FHSO

Economia da Câmara de Vereadores de Orleans será transferida para a FHSO

Foto: Ketully Beltrame / Sul in Foco

A situação financeira da Fundação Hospitalar Santa Otília – FHSO foi debatida durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Orleans nessa segunda-feira (17). O presidente da FHSO, Mário José Antônio Salvador, em nome do Lions Clube de Orleans, usou a tribuna na oportunidade.

Além dele, estavam presentes também o diretor financeiro, Elias Rinaldi, o diretor operacional, Gilberto Pieri, e o gestor da FHSO e presidente do Lions Clube de Orleans, Fidelis Eyng. “Nós, do Lions Clube, perbecemos que havia uma grande necessidade na nossa fundação hospitalar e, juntos com mais 14 entidades, abraçamos esta causa para tentar salvar a fundação hospitalar, que está na UTI”, disse ele.

Conforme o presidente, a dívida da FHSO está em um valor aproximado de R$ 1,4 milhão. “Temos ainda INSS e FGTS que, com juros e multa, a dívida deverá ultrapassar R$ 1,6 milhão”, ressaltou. “Mas digo, senhores, que isso não nos assusta. Nós temos sonhos e queremos torná-los em realidade e nós vamos trabalhar para isso”, ponderou.

Mário José explicou que estava na Câmara de Vereadores “na condição de pedinte”. Primeiramente, ele parabenizou os vereadores e demais funcionários da Casa Legislativa pela economia feita nos três primeiros meses do ano, que resultou em por volta de R$ 100 mil. “Vamos tirar o nosso hospital da UTI”, solicitou.

O presidente do Legislativo, vereador Lucas Librelato (PSDB), assim como outros vereadores, parabenizou o trabalho desenvolvido pela nova gestão da FHSO e se colocou à disposição. “Meu pai sempre dizia que, se as pessoas boas não se envolverem, vai sobrar para aquelas que não têm boas intenções. Eu vejo aqui em nossa fundação hospitalar pessoas bem intencionadas para conseguir sair de uma situação adversa”, afirmou.

“Nós temos aqui 11 vereadores que podem contribuir e muito para a fundação hospitalar”, acrescentou. “Tenho certeza que a Câmara de Vereadores não irá se opor, mas lembramos que não podemos passar esse recurso direto para o hospital, pois a lei não permite. Nós temos que fazer uma indicação, devolver esse recurso para a Prefeitura para que o Executivo transfira para a fundação hospitalar”, concluiu.

Em contrapartida, o presidente da FHSO se comprometeu em fazer prestação de contas na Casa Legislativa a cada trimestre, garantindo a transparência no uso dos recursos púbicos.

Durnate a sessão ordinária, fizeram uso da tribuna os seguintes vereadores: Mirele Debiasi (PMDB), Paulo Canever (PSD), Antônio Dias André (PMDB), o Geada, Udir Luiz Pavei (PSD), o Dija, e Lucas Librelato (PSDB). Acompanhe os pronunciamentos completos neste link. Os edis também aprovaram dois Projetos de Lei e duas Indicações. Veja abaixo:

Projeto de Lei Complementar nº 7, de 23 de março de 2017:

Fica instituído o Programa Porteira Adentro, regulamentando o Capítulo VIII da Lei Complementar nº 1.923, de 13 de dezembro de 2005, destinado ao atendimento dos agricultores e produtores rurais de Orleans, destinado a facilitar o acesso aos recursos da mecanização agrícola e apoio à infraestrutura da propriedade, objetivando a ampliação de renda, geração de trabalho e manutenção do laboro no campo, para evitar êxodo rural.

Projeto de Lei Complementar nº 8, de 4 de abril de 2017:

Altera dispositivos da Lei nº 2.122, de 2 de outubro de 2007, que dispõe sobre a politica municipal de atendimento dos direitos da criança e do adolescente e dá outras providências.

Indicação nº 47/2017, autor Udir Luiz Pavei (PSD):

“Que o Executivo faça a recuperação da malha asfáltica na Rua Professor Maya, no bairro Lomba até a saída para a Rodovia SC-108”.

Indicação nº 48/2017, autor Hildegart Thessmann Durigon (PSDB):

“Que o Executivo altere o nome dos ESF’s para o nome dos bairros onde os mesmos estão localizados”.

  • IMG_1197
  • IMG_1200
  • IMG_1202
  • IMG_1213
  • IMG_1215
  • IMG_1219
  • IMG_1224

Notícias Relacionadas

Ano letivo inicia com procura intensa pelo Ensino Médio e Técnico em conjunto, na SATC de Orleans

Pais de toda a região buscam na instituição, o diferencial na formação educacional de seus filhos.

Jovem de 23 anos é preso por tráfico de drogas em São Ludgero

Em ação conjunta da Polícia Civil e Militar, foram encontrados ainda 85 comprimidos de ecstasy

Caminhoneiro embriagado colide contra dois carros e foge da polícia em Orleans

Motorista seguiu dirigindo ainda por aproximadamente 3 km, até acatar a ordem de parada da Polícia Militar.

Motorista é flagrado dirigindo embriagado na SC-370, em Braço do Norte

Polícia ordenou parada, mas motorista desrespeitou.