Geral

Negociação salarial dos mineiros fica para fevereiro

Primeira reunião entre o sindicato e as empresas, encerrou sem acordo.

Foto: Miriam Zomer/Agência AL

Foto: Miriam Zomer/Agência AL

A primeira reunião entre o Sindicato dos Mineiros de Siderópolis, Cocal do Sul e Treviso e o representante das empresas carboníferas sobre a negociação salarial deste ano encerrou sem um acordo.

Segundo o presidente da Federação dos Mineiros do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, Genoir dos Santos, o Foquinha, que também participou do encontro, as negociações não andaram e uma nova data para reunião foi marcada. “Não conseguimos avançar nas propostas. Temos uma pauta com 38 reivindicações e vamos precisar conversar de novo”, afirma Foquinha, em entrevista para o site Clicatribuna.

De acordo com o presidente da Federação, o patronal ofereceu o valor do INPC (5,56%) como única proposta, já os trabalhadores pedem aumento real de 10%.

O sindicato abrange, aproximadamente, 1,2 mil mineiros das três cidades.

Notícias Relacionadas

Ano letivo inicia com procura intensa pelo Ensino Médio e Técnico em conjunto, na SATC de Orleans

Pais de toda a região buscam na instituição, o diferencial na formação educacional de seus filhos.

Jovem de 23 anos é preso por tráfico de drogas em São Ludgero

Em ação conjunta da Polícia Civil e Militar, foram encontrados ainda 85 comprimidos de ecstasy

Caminhoneiro embriagado colide contra dois carros e foge da polícia em Orleans

Motorista seguiu dirigindo ainda por aproximadamente 3 km, até acatar a ordem de parada da Polícia Militar.

Motorista é flagrado dirigindo embriagado na SC-370, em Braço do Norte

Polícia ordenou parada, mas motorista desrespeitou.