Geral

Reunião discute previsão de movimentação do Porto de Imbituba para 2018

Reunião discute previsão de movimentação do Porto de Imbituba para 2018

Foto: Jeferson Baldo / GVG

O Porto de Imbituba prevê um crescimento moderado em 2018, adiantou o diretor-presidente da da SCPar Porto de Imbituba, Rogério Pupo, ao vice-governador Eduardo Pinho Moreira em reunião, nessa segunda-feira (13), em Imbituba.

Embora a capacidade de manipulação de carga seja de 14,4 milhões de toneladas, neste ano soma 3.932.800 de toneladas até outubro, a maior parte destinada à exportação. Para ampliar a movimentação, a administração aposta na conclusão da BR-285, a Serra da Rocinha, que atravessa a serra e o planalto gaúcho por cerca de 700 quilômetros a partir de Araranguá, no extremo-sul de SC.

A obra já conta com R$ 40 milhões previsto no orçamento da União para o próximo ano, recursos estes que, na estimativa dos gestores, seriam suficientes para a conclusão dos trabalhos.

Também fazem parte das metas desta gestão: ampliar os investimentos em infraestrutura portuária, especialmente na automatização do carregamento de navios graneleiros para ganhar competitividade no mercado e atrair rotas de navios de longo curso para os Estados Unidos, assim como aconteceu com a asiática destinadas à Argentina em setembro.

Já no primeiro mês de operação da nova escala da Ásia no Porto de Imbituba, os números se mostraram animadores: cumprindo a meta de um serviço por semana, ao todo, cinco grandes embarcações com destino ao continente asiático passaram por Imbituba, dobrando a movimentação mensal de contêineres. Apenas a Linha Ásia movimentou 2.577 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), uma média superior a 500 TEU por escala. A meta é chegar a 750 unidades por escala até o fim do ano.

Além disso, desde o mês passado, todas as empresas que utilizarem os serviços de importação e exportação de granéis agrícolas através do porto receberão desconto de 28% na tarifa Infrater (Infraestrutura Terrestre). Com o benefício, os administradores buscam impulsionar a movimentação de grãos e tornar a instalação portuária ainda mais competitiva no setor logístico. O desconto é concedido a título temporário, vigorando por até seis meses, contados da data de assinatura da Ordem de Serviço (clique aqui para visualizar), podendo ser prorrogado a critério da Autoridade Portuária.

Só em 2016, a movimentação de granéis agrícolas representou 48% de todas as cargas que passaram pelo Porto de Imbituba, uma variação de 170% em relação ao montante realizado no ano anterior. Esta trajetória de crescimento deve ser estimulada com o desconto de tarifa que passa a vigorar a partir desta segunda-feira, 13, atraindo mais cargas para Imbituba.

Colaboração: Vitor Louzado / Comunicação Governo de SC

Notícias Relacionadas

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

Acic faz apelo ao Estado para avanço na área tecnológica da região

SC-390 é tema de reunião entre secretário regional e lideranças de Orleans e Lauro Müller

Assinada ordem de serviço para construção de 20 Centros de Referência de Assistência Social