Religião

Tráfico humano é o tema da Campanha da Fraternidade em 2014

14 de Fevereiro de 2014 - 13:21:03 1 Imprimir
Foto: Maycon Vianna/Jornal Notisul

Foto: Maycon Vianna/Jornal Notisul

A Campanha da Fraternidade deste ano, debatida em conferência dos bispos católicos brasileiros, traz em sua abordagem o tráfico humano e a importância da liberdade para todos. Houve outras sugestões até este tema ser escolhido. Os materiais de divulgação de campanha, como o manual, texto base, via sacra, celebrações ecumênicas, folhetos quaresmais, CD e DVD, banner, cartaz, entre outros já estão disponíveis nas paróquias da Diocese de Tubarão. 
 
Conforme o jornal Notisul, com o objetivo de trabalhar os conteúdos da campanha nas escolas, foram produzidos também materiais informativos voltados aos jovens dos ensinos fundamental e médio, além de encontros catequéticos para crianças e adolescentes.
 
“Os trabalhos da Campanha da Fraternidade iniciam após o Carnaval, no período da quaresma e vão até a Páscoa. É uma data importante para toda a igreja. É um momento de muita espiritualidade. Neste ano, o tema sobre tráfico humano é pertinente, pois expõe a condição precária em que muitas pessoas vivem”, enfatiza o bispo de Tubarão, Dom João Francisco Salm.
 
Dom João enfatiza também que o tema específico pede uma maior reflexão para que os fiéis possam se converter à igreja. “Chamamos os católicos para participarem das missas e dos encontros pastorais. A Páscoa é um período importante, em que está agregado a Campanha da Fraternidade voltada a um lema social”, explica o bispo.
 
A campanha em detalhes

O cartaz da Campanha da Fraternidade deste ano explica a crueldade do tráfico humano. As mãos acorrentadas e estendidas simbolizam a situação de dominação e exploração das pessoas traficadas e o seu sentimento diante os traficantes. A mão que sustenta as correntes representa a força coativa do tráfico, que explora vítimas que estão distantes de sua terra, de sua família e de sua gente. Essa situação rompe com o projeto de vida na liberdade e na paz e viola a dignidade e os direitos do ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus. A sombra na parte superior do cartaz expressa as violações do tráfico humano, que ferem a fraternidade e a solidariedade, que empobrecem e desumanizam a sociedade.
 

Indique está notícia: Imprimir
Fone/Fax: (48) 9692-2444 / (48) 9692-2425 / (48) 9974-0192

Rua Walter Vetterli, 742 - Centro - CEP 88880-000
Lauro Müller - Santa Catarina