Geral

Tráfico humano é o tema da Campanha da Fraternidade em 2014

Foto: Maycon Vianna/Jornal Notisul

Foto: Maycon Vianna/Jornal Notisul

A Campanha da Fraternidade deste ano, debatida em conferência dos bispos católicos brasileiros, traz em sua abordagem o tráfico humano e a importância da liberdade para todos. Houve outras sugestões até este tema ser escolhido. Os materiais de divulgação de campanha, como o manual, texto base, via sacra, celebrações ecumênicas, folhetos quaresmais, CD e DVD, banner, cartaz, entre outros já estão disponíveis nas paróquias da Diocese de Tubarão. 
 
Conforme o jornal Notisul, com o objetivo de trabalhar os conteúdos da campanha nas escolas, foram produzidos também materiais informativos voltados aos jovens dos ensinos fundamental e médio, além de encontros catequéticos para crianças e adolescentes.
 
“Os trabalhos da Campanha da Fraternidade iniciam após o Carnaval, no período da quaresma e vão até a Páscoa. É uma data importante para toda a igreja. É um momento de muita espiritualidade. Neste ano, o tema sobre tráfico humano é pertinente, pois expõe a condição precária em que muitas pessoas vivem”, enfatiza o bispo de Tubarão, Dom João Francisco Salm.
 
Dom João enfatiza também que o tema específico pede uma maior reflexão para que os fiéis possam se converter à igreja. “Chamamos os católicos para participarem das missas e dos encontros pastorais. A Páscoa é um período importante, em que está agregado a Campanha da Fraternidade voltada a um lema social”, explica o bispo.
 
A campanha em detalhes

O cartaz da Campanha da Fraternidade deste ano explica a crueldade do tráfico humano. As mãos acorrentadas e estendidas simbolizam a situação de dominação e exploração das pessoas traficadas e o seu sentimento diante os traficantes. A mão que sustenta as correntes representa a força coativa do tráfico, que explora vítimas que estão distantes de sua terra, de sua família e de sua gente. Essa situação rompe com o projeto de vida na liberdade e na paz e viola a dignidade e os direitos do ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus. A sombra na parte superior do cartaz expressa as violações do tráfico humano, que ferem a fraternidade e a solidariedade, que empobrecem e desumanizam a sociedade.
 

Notícias Relacionadas

Hospital São José de Criciúma realiza primeira cirurgia de coluna por vídeo

Procedimento muito menos invasivo, a primeira cirurgia por vídeo realizada na instituição, durou cerca de 38 minutos, superando as expectativas do médico cirurgião.

Caminhão baú derruba árvore e interdita trânsito no centro de Criciúma

Veículo com placas de Chapecó tentava trafegar pela Rua Getúlio Vargas.

Defesa Civil de Criciúma atende famílias atingidas por temporal

Pontos de atendimentos foram instalados em bairros da cidade para auxiliar e cadastrar os moradores afetados.

Coopercocal expande e reforma rede de energia elétrica no São Simão, em Criciúma

Desligamento programado para ativar nova rede acontecerá na manhã deste domingo (19).