Geral

Primeiro dia de Colônia de Férias da Afasc é marcado por muita brincadeira e diversão

Muitas atividades divertidas marcaram primeiro contato entre profissionais e crianças

Fotos: Milena dos Santos

O primeiro dia da Colônia de Férias organizada pelo Departamento de Educação Infantil (DEI) da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc) no CEI Professor Lapagesse foi marcado por muita brincadeira e diversão. Nesta quinta-feira (7), crianças e educadoras participaram de diversas dinâmicas e atividades divertidas, disponibilizada por meio do projeto “É tempo de ser criança”, o que deixou o dia mais alegre.

Como a entidade está seguindo os protocolos sanitários dos órgãos de saúde, crianças e seus familiares na antes de entrarem nas salas passam por aferição de temperatura e higienização das mãos com álcool.

Fotos: Milena dos Santos

Conforme a coordenadora do DEI, Andreza Dagostim, desde a decoração até as atividades preparadas para esse período, foi organizada para atrair as crianças enquanto precisam ficar longe de suas famílias. “Preparamos para os pequenos um ambiente alegre, aconchegante e cheio de estímulos. Nesse primeiro dia oportunizamos atividades que possibilitassem a socialização entre as crianças e promovessem o aprendizado de forma lúdica e significativa”, destaca.

O horário de atendimento no CEI Afasc Professor Lapagesse é das 7 horas às 18h, para as crianças que frequentam o tempo integral, sendo que a entrada no período matutino é das 7 horas às 8h. Para as crianças que frequentam o período vespertino, ou somente o horário da manhã, o horário de entrada/saída, é das 12h30 às 13h15. Após esses horários o portão da unidade escolar estará fechado.

Notícias Relacionadas

HSJosé realiza primeira cirurgia de transplante de tecido ósseo pelo SUS

Instituição que é a primeira do Sul do Estado autorizada para realizar o procedimento, foi credenciada em dezembro para a realização de Transplantes de Tecido Músculo Esquelético.

Criciúma chega a 250 óbitos por coronavírus

O pacientes era residência do município.

Brasil não pode importar doses das vacinas de Oxford vindas da Argentina

As doses produzidas na fábrica da Argentina devem ser enviadas para os países vizinhos, enquanto o Brasil segue esperando liberação da China.

Polícia apreende mais de 600 quilos de peixe protegido pelo período de defeso em Imbituba

Todo o pescado foi doado a entidades sem fins lucrativos.