Geral

ADR Criciúma entrega ordem de serviço para reformas em 16 escolas

O Governo do Estado está investindo R$ 1,7 milhão entre 21 contratos para reformas, ampliações, elétrica, pintura e outras áreas.

Foto: Divulgação

A Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma entregou, nesta quinta-feira, 1, a ordem de serviço para obras e elaboração de projetos em 16 escolas da rede estadual de ensino. No montante, o Governo do Estado está investindo R$ 1,7 milhão entre 21 contratos para reformas, ampliações, elétrica, pintura e outras áreas. As obras irão atingir diretamente mais de 10 mil alunos.

“É um momento difícil de captar recursos em todas as áreas, mas o Governo do Estado tem sido atento às questões da educação e olhado com mais dedicação. Neste momento conseguimos 16 escolas e vamos continuar batalhando para a reforma de outras que já estão em projeto”, comentou o secretário Executivo da ADR, João Fabris.

No município de Içara, a Escola de Educação Básica Professora Salete Scotti dos Santos recebeu R$ 258 mil em recursos para a construção da segunda etapa do ginásio. A obra consiste na construção de calçamento no entorno do ginásio, pintura, revestimento cerâmico no palco, vestiários e salas de apoio.

A escola, que atende 700 alunos do ensino médio em três turnos, recebe não somente alunos, como também pais e comunidade em geral com frequência. “A obra é de extrema importância para toda comunidade escolar, além da população porque todo o município acaba utilizando. A obra vem para melhorar a qualidade das aulas de educação física e eventos que a escola proporciona”, revelou a gestora Lilian Inácio da Silva Mendes.

Para o vice-prefeito de Forquilhinha, Félix Hobold, os recursos são investimentos a curto e longo prazo para a sociedade. “Investir em reformas nas escolas é pensar no futuro da nossa sociedade. Significa cuidar das nossas crianças e adolescentes. Representa justiça e igualdade social”, ressaltou.

De acordo com a gerente Regional de Educação, Jucilene Antônio Fernandes, os recursos são uma conquista para a educação na região. “Sempre temos muito que fazer pela educação. Todo este investimento terá reflexo direto na qualidade de ensino dos nossos alunos e no ambiente escolar como um todo”, explicou.

A partir de amanhã, as dez empresas vencedoras das licitações têm entre 30 a 150 dias para a conclusão dos trabalhos dependendo do valor do contrato e complexidade da obra.

Colaboração: Paula Darós Darolt – Assessora de Comunicação da ADR Criciúma

 

Notícias Relacionadas

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Escolas devem reduzir em 15% mensalidades do ensino infantil durante pandemia, decide TJ

A pena em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por aluno e por mês.

Chapecó, Palhoça e Biguaçu terão escolas estaduais no modelo cívico-militar em SC

Serão entregues 12 salas de aula; biblioteca com dois pavimentos; dois laboratórios de tecnologia; dois laboratórios multiuso com bancadas para disciplinas como Química, Física, Biologia e Matemática; refeitório; auditório; ginásio e teatro arena a céu aberto.