Poder Executivo

90% dos servidores municipais de Santa Rosa de Lima paralisam atividades

Em busca de um acordo na reposição salarial, 90% dos servidores municipais de Santa Rosa de Lima paralisaram as atividades nesta segunda-feira (30). Na terça-feira, uma assembleia será realizada. Os funcionários buscam reajuste de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC, do IBGE, de 11,20%, referente a abril de 2015 a março de 2016.

Caso a Administração Municipal não encaminhe nenhuma proposta até amanhã, uma votação será feita para decidir se será decretado estado de greve. “Protocolamos um ofício para a administração e esperaremos até amanha por uma resposta”, afirmou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Comarca de Braço do Norte – Siscob, Wilson Althoff.

Segundo Althoff, a Administração Municipal alega que não há recurso e que a reposição extrapolaria o limite previsto para a folha de pagamento de pessoal, pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Contudo, o presidente do sindicato afirma que o problema está na quantidade de profissionais contratados.

“Santa Rosa de Lima possui 2.070 habitantes e aproximadamente 200 funcionários. A cada dez habitantes tem um funcionário público. Então poderia enxugar os cargos comissionados e secretários para que eles cumpram com o que diz a lei. O reajuste salarial é um direito dos servidores municipais”, explicou.

Nesta segunda-feira (30), funciona apenas o plantão na área da saúde. Conforme Althoff, as aulas das escolas da rede estadual de educação também foram afetadas, tendo em vista que o transporte escolar, mantido pelo Município, foi paralisado.

  • 8a884276163295f107130f10d6dbf6f4
  • 6e3af7a1a55f8a0ce1f8cf865f8d0ba3