Geral

Academias ao ar livre: Novos equipamentos são instalados em Imbituba

Além dos sete bairros contemplados nessa primeira etapa, a intenção da administração municipal é colocar, nos próximos meses, mais equipamentos de lazer em outros pontos da cidade.

Divulgação/Prefeitura de Imbituba

A Prefeitura de Imbituba, através da Secretaria de Infraestrutura e Saneamento (SEINFRA), iniciou esta semana, a instalação de novas academias ao ar livre. Quatros locais já receberam os equipamentos (Araçatuba, beira-mar da Praia da Vila, Mirim e Vila Alvorada) e outros dois serão contemplados nos próximos dias (Vila Nova e Praça Henrique Lage/Centro).

A intenção é finalizar as instalações até o fim da semana. Um sétimo bairro (Nova Brasília) também receberá uma academia ao ar livre. Nessa primeira etapa, o município está investindo R$ 143 mil na compra e instalação dos equipamentos novos.

As academias ao ar livre, instaladas junto aos parques infantis, foram produzidas em ferro galvanizado (a fogo) para serem mais resistentes às ações do tempo. Além dos sete bairros contemplados nessa primeira etapa, a intenção da administração municipal é colocar, nos próximos meses, mais equipamentos de lazer em outros pontos da cidade.

Divulgação/Prefeitura de Imbituba

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Correntista de Imbituba receberá com juros e correção valor retirado da conta sem sua autorização

Sem seu conhecimento e autorização, em janeiro de 2015, R$ 19 mil foram transferidos de seu domínio para a conta de outra pessoa.

PRF recupera automóvel furtado há quase um ano em Imbituba, na BR-101

O motorista, de 44 anos, foi preso e conduzido para a Polícia Civil de Imbituba.

Tribunal de Justiça de SC identifica novos golpes aplicados em nome de magistrados

A orientação para as vítimas, caso procurem as unidades judiciárias, é registrar boletim de ocorrência na Polícia Civil.