Economia

Acréscimo na gasolina motiva MP a investigar cartel

Todos os levantamentos do Procon são solicitados pela Promotoria. Nesta semana, 31 postos estão cobrando o mesmo valor, o mais alto

Divulgação

Dos 43 postos pesquisados pelo Procon Criciúma no levantamento semanal do ranking de combustíveis, 31 estão praticando o mesmo valor no litro da gasolina comum. E o mais curioso: todos esses 31 estão vendendo o produto a R$ 4,19, o valor mais elevado.

“Não podemos afirmar que se trata de um cartel, mas o Ministério Público já nos solicitou todos os levantamentos da série que fazemos semanalmente, desde dezembro. Estão verificando a possível formação de um cartel”, afirma o coordenador do Procon Criciúma, Gustavo Colle. “Isso nos causou estranheza mesmo, tantos postos praticando o mesmo valor e, justamente, o valor mais alto”, destaca. “O MP que vai decidir o que fazer, mas eles podem instaurar um inquérito civil por exemplo. Eles estão colhendo subsídios”, emenda.

Foi a primeira vez, nas dezenas de levantamentos já realizados, que o Procon constatou tantos postos empatados com o litro mais caro. “Primeira vez nessa proporção”, aponta Colle. Outro dado curioso é que o posto que nesta semana apareceu com a gasolina mais barata costumava ter dos valores mais elevados. “O proprietário daquele posto sempre nos falava que não mexeria no valor mesmo com os outros variando, que continuaria cobrando conforme a sua necessidade. E de uma semana para outra ele passou dos mais caros para o mais barato”, observa o coordenador. Trata-se de um posto no Bairro Recanto Verde, em Criciúma, que está cobrando R$ 3,98 o litro. É um dos três únicos cobrando menos de R$ 4 em Criciúma.

Ainda sobre valores, o mais elevado apresentou acréscimo de R$ 0,29 em uma semana. Estava em R$ 3,69 e saltou para R$ 3,98. A gasolina mais cara subiu R$ 0,20, de R$ 3,99 na semana passada para R$ 4,19 agora.

Houve variação semelhante na gasolina aditivada, de R$ 3,75 para R$ 4,03, um salto de R$ 0,28. A mais cara teve pequena variação, de R$ 4,35 para R$ 4,39.

Divulgação

O diesel aumentou R$ 0,12 em uma semana, de R$ 3,27 para R$ 3,39 o litro. Houve queda no etanol, de R$ 3,24 para R$ 3,19. O GNV continua estável.

Divulgação

 

Notícias Relacionadas

Procon autua posto de combustíveis por preço abusivo em Criciúma

Operação irá fiscalizar 40 estabelecimentos do município, três já foram autuados.

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Incêndio no Hotel Rech: polícia indicia responsável pelo local por homicídio culposo