Geral

Acusado de assassinar companheira e primo por traição amorosa será julgado em Garopaba

Um dos tiros atingiu a vítima na cabeça e provocou sua morte por traumatismo crânio-encefálico

Divulgação

Um homem será julgado perante o Tribunal do Júri da comarca de Garopaba nesta quinta-feira, (17/3) pelo feminicídio da companheira, o homicídio duplamente qualificado do primo e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. O crime aconteceu em maio de 2018, no bairro Serraria, cidade-sede da comarca.

Segundo a denúncia, após tomar ciência de que sua companheira mantinha um suposto relacionamento amoroso extraconjugal com seu primo, o acusado se dirigiu até a obra onde o familiar trabalhava e disparou três vezes contra ele pelas costas.

Um dos tiros atingiu a vítima na cabeça e provocou sua morte por traumatismo crânio-encefálico. Na sequência, o acusado voltou a sua residência e atirou contra a mulher pelas costas duas vezes – outra vez um disparo atingiu a cabeça da vítima e igualmente causou sua morte por traumatismo crânio-encefálico.

O homem irá responder por homicídio duplamente qualificado contra seu primo, por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima, e homicídio triplamente qualificado contra sua ex-companheira, por motivo fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio. A sessão inicia às 9 horas. O processo tramita em segredo de justi​ça.

Notícias Relacionadas

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação

PM de Criciúma efetua apreensão de mais de 20 quilos de maconha

A droga foi localizada na noite do último sábado, dia 21