Educação

Adolescentes do Casep participam de oficina de DJ

A música é uma modalidade que desenvolve a mente, promove o equilíbrio, além de conter elementos como a harmonia e o ritmo e, na busca desse contexto que, os adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep) de Criciúma e Tubarão e Semiliberdade de Criciúma e Araranguá participam das oficinas de Dj visando a reabilitação e reinserção social.

 “Exercer a profissão de DJ pode ser uma opção de vida de vocês. E em poucas aulas eles já estão ambientados com o equipamento”, assim destacou o colaborador da Mult, o DJ Lucas Carara, aos jovens que a cada contato com o CDJ buscam o seu melhor. 

Lucas passa aos meninos noções de discotecagem, levando informação musical e ensinando os jovens a trabalhar com o toca-discos (discotecagem e mixagem, entre outros).

A coordenadora do Casep de Criciúma, Júlia Graziela Nuernberg, destaca que as oficinas pedagógicas são importantes para trazer a realidade a eles durante a internação. “A partir do momento que eles entram aqui tem todo o projeto pedagógico: a escolarização e as oficinas. E a oficina de Hip Hop e Dj são oportunidades que podem ser usadas profissionalmente no futuro. E conquistar uma geração de renda para se manter e sim, ter uma profissão”, explica a coordenadora.

O presidente da Mult, Eduardo Milioli é fundamental possibilitar a socialização aos adolescentes de forma que possamos restabelecer as condições de desenvolvimento e habilidades para que possuam técnicas de profissionalização.

Colaboração: Cris Freitas – Assessora de Comunicação

  • 33feae88e62f74b3858af303136a3e28
  • 0d31d0930249d7a7f5ad8b0f45622cde
  • 88ab682be9b06b4b6521f7342d832d0a
  • 662f8a9b66dc36c9f9f063bb74fc17cd