Segurança

Aglomerações e festas clandestinas são registradas em SC no fim de semana

Florianópolis, Imbituba e Jaguaruna registraram ocorrências ao longo do fim de semana

Divulgação

Santa Catarina teve mais um fim de semana com registro de descumprimento das medidas de combate ao coronavírus. Em Florianópolis, estabelecimentos foram interditados durante o último sábado (3) por excederem a capacidade de ocupação e não promoverem o distanciamento social. Em Imbituba, no Sul do estado, um grupo se escondeu no banheiro após a Polícia Militar (PM) chegar em um bar onde o público não usava máscaras.

Houve registro de descumprimento das medidas também em Jaguaruna neste sábado. Um grupo que fazia festa clandestina chegou a avançar com o carro próximo às viaturas da polícia antes de fugir do local. 

O decreto atual não permite a realização de festas, nem o funcionamento de casas noturnas. Bares e restaurantes podem funcionar até às 22h. Em relação aos espaços públicos, como praias, parques e praças, as pessoas só podem circular nesses locais para a prática de exercício individual.

O documento também prevê multa de R$ 500 para quem não usar máscaras. Além disso, não é permitido aglomerações. O decreto estadual também não permite a venda de bebida alcoólica depois das 18h nos estabelecimentos.

Santa Catarina enfrenta o momento mais crítico da pandemia. Até sábado foram registrados 815.113 mil casos e 11.189 óbitos pela Covid-19. Das 16 regiões, apenas Xanxerê está no nível grave (laranja) no mapa de risco potencial do vírus. Os demais locais estão todos em gravíssimo (vermelho), o mais alto na escala.

Florianópolis

Pelo menos seis estabelecimentos foram interditados na Capital na tarde de sábado. Nos locais, a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) flagrou a falta de distanciamento social e lotação máxima permitida excedida. Um dos locais é um beach club onde os agentes da Guarda viram pessoas dançando sem máscara. Segundo a GMF, as luzes e som do local foram desligados para tentar despistar a fiscalização.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram uma festa em um beach club que teria ocorrido na sexta-feira (2), onde houve aglomeração de pessoas sem o uso máscara de proteção. A prefeitura de Florianópolis irá abrir um processo administrativo para apurar se houve infração sanitária em um evento.

Imbituba

Mesmo com regras mais restritivas que as do decreto estadual, Imbituba registrou ocorrências de descumprimento das medidas. Por volta das 18h30 de sábado, a PM encontrou cerca de 60 pessoas em um bar na na Avenida Central da Praia do Rosa. Parte do grupo se escondeu no banheiro do estabelecimento depois da chegada da fiscalização. Um termo circunstanciado foi assinado pelo dono do local.

Já às 23h, a PM foi acionada para atender uma ocorrência em casa no bairro Ibiraquera. Na residência 25 pessoas estavam aglomeradas com o som alto. O local teria sido alugado para o grupo passar o feriado. Um homem se apresentou como o responsável e assinou um termo circunstanciado.

Jaguaruna

Uma festa foi interrompida em Jaguaruna na madrugada deste domingo (4). Cerca de 30 pessoas estavam com luzes e efeito e som alto na orla do Campo Bom. Em um primeiro momento, os participantes não interromperam o evento mesmo com a chegada de duas viaturas. Um dos jovens aproximou o carro das viaturas fazendo manobras perigosas. Os policiais realizaram buscas na região e encontraram uma pessoa que acabou assinando um termo circunstanciado.

*Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Em agenda na capital, prefeito garante mais de R$ 600 mil de recursos para Cocal do Sul

Nesta terça-feira, dia 13, Fernando de Fáveri esteve na capital em busca de pleitos ao município

Legislativo: Vereador Nél propõe que ele e Gaguinho doem três meses de salário ao hospital

Enquanto o presidente falava, o vereador Ronaldo prontamente respondeu: "Fechado". Alegando "questão de ordem", ele tentou fazer uso da palavra, mas sem sucesso

Vereadores de Lauro Müller denunciam perseguição, assédio e pagamento de gratificação indevida

Em sessão acalorada, vereadores de oposição explanaram sobre fatos envolvendo o Poder Executivo e cobraram justificativa

Menino de 12 anos golpeia pai com facão para defender mãe de agressão no Oeste de SC

Segundo a polícia, o pai do adolescente chegou bêbado em casa e tentou agredir a esposa