Geral

Agricultores de Siderópolis se unem para produzir alimentos orgânicos

Agricultores de Siderópolis se unem para produzir alimentos orgânicos

Foto: Simone Costa / Comunicação Prefeitura de Siderópolis

Produzir alimentos saudáveis para consumo próprio e até mesmo para melhorar a renda mensal. Com esse objetivo, por volta de dez famílias de Rio Jordão Alto se organizaram. O grupo busca experiências sobre a produção de frutas e verduras na Epagri e na Secretaria de Agricultura de Siderópolis.

Os encontros são periódicos e itinerantes, sempre em uma das propriedades que participam do projeto. “Com os encontros feitos em diferentes propriedades é possível conhecer a realidade de cada agricultor. Com isso, é possível repassar os conhecimentos em atividades práticas por meio de oficinas e vivências”, afirmou o engenheiro agrônomo, representante da Secretaria Municipal de Agricultura, Ronaldo Remor.

Além destas dez famílias, outros agricultores também podem participar do projeto. Para isso, basta procurar a Epagri ou a Secretaria de Agricultura de Siderópolis. “A meta é produzir alimentos livres de agrotóxicos para consumo, alimentação animal, fornecimento a restaurantes e empreendimentos locais de turismo. Além disso, a venda do excedente pode ser feita em feiras e mercados da região. Nosso papel é auxiliá-los para que o projeto seja concretizado e outras famílias também queiram participar”, destacou a engenheira agrônoma da Epagri de Siderópolis, Heloisa Ricken Angelo, ao lado do extensionista da empresa, Kriger Leopoldo dos Santos.

O último encontro foi realizado na propriedade do agricultor Flávio Pereira. “O município sempre será parceiro do agricultor, principalmente daqueles que se preocupam com a produção de alimentos saudáveis. Esse projeto merece os parabéns”, enfatizou o prefeito Hélio Cesa, o Alemão.

Colaboração: Simone Costa / Comunicação Prefeitura de Siderópolis

Notícias Relacionadas

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

Seminário discute desenvolvimento da cadeia leiteira no Sul de Santa Catarina

ALERTA: Período de seca pode comprometer consumo de água em Lauro Müller

A represa localizada em Rio Bonito, a qual abastece os setores de abrangência da companhia em Lauro Müller, está quase seca.

Com temperatura negativa, Serra tem até ‘boneco de geada’