Geral

Agricultura familiar gera renda e garante qualidade na merenda escolar

Hoje, a prefeitura conta com 60 agricultores que fornecem alimentos para as escolas da rede

Divulgação

Aos 84 anos, Augusto Brunelli se movimenta com paciência e cuidado entre os pés de Pitaya de sua propriedade, na comunidade do Picadão, em Nova Veneza. De dezembro a março, o agricultor se dedica diariamente para garantir uma boa safra da fruta que é destinada às escolas da rede municipal de ensino.

Brunelli, há 16 anos vende alimentos das suas terras para a prefeitura. Foram muitos anos vendendo batatas, morangas e repolhos. Nos últimos três, tem se dedicado apenas às Pitayas. “É uma fruta muito nutritiva e a criançada gosta muito, porque é colorida e pode ser utilizada de muitas formas. Comer ela in natura, sucos e sobremesas”, comenta o agricultor.

Para ele, é muito gratificante saber que a fruta que ele cultiva com tantos cuidados, chega na mesa de todas as escolas da cidade. “É muito bom, porque é uma fruta de qualidade e que contribui para a saúde do nosso município”, conta.

Na família de Paulo Cesar Marini, a produção ainda é feita da forma antiga. Duas atafonas transformam os grãos de milho em farinha, que vai direto para as cozinhas das escolas. E lá, viram polenta e bolo para os alunos. “Nós estamos muito felizes com esta parceria com o município. Porque além de entregar alimentos de qualidade, também ensinamos as crianças a valorizarem a nossa cultura”, comenta Marini.

Divulgação

O Secretário de Educação, Heriton Sandrini, destaca a importância do município em manter essas parcerias. “É muito importante esta participação dos nossos agricultores do nosso município na merenda escolar. Isso aproxima a comunidade”, destaca Sandrini.

A nutricionista da Secretaria de Educação, Natália Furlan, conta que a qualidade dos alimentos é um diferencial. “Agricultura familiar tem um papel essencial no resgate cultural do hábito alimentar do nosso município e na garantia da qualidade do alimento ingerido pelos nossos alunos no ambiente escolar”, garante.

A economia se fortalece

Nova Veneza, além dos potenciais de indústria e turísticos, a agricultura familiar é uma das principais fontes de economia da cidade. E hoje, 60 famílias têm parceria firmada com o município para garantir a merenda escolar para a rede de ensino.

Além de valorizar os produtos que são cultivados no município e ter um alimento de qualidade, um grande diferencial é o fortalecimento da economia de Nova Veneza. “A nossa economia é muito rica e é nosso papel valorizar os produtores locais, ao invés de buscar em outros municípios ou comprar de grandes supermercados”, comenta o prefeito Rogério Frigo.

Notícias Relacionadas

Santa Catarina ultrapassa um milhão de vacinas aplicadas contra a Covid-19

Ao todo, foram 1.056.474 doses aplicadas em todo território catarinense.

No sufoco, Tigre bate o Metropolitano e respira na luta para não cair

Uilliam Barros e Eduardo espantam a má fase e marcam os gols da primeira vitória do Criciúma no Catarinense.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em abril

Benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375.

Nove indicações e dois projetos pautam sessão do Legislativo de Lauro Müller