Geral

AgroPonte 2018: Produtos orgânicos em evidência

Produtores de todo Sul catarinense se concentram na feira com o melhor do campo

Foto: Divulgação / Arquivo AgroPonte 2017

Mesmo com a tecnologia, variedade e praticidade, o universo orgânico segue em constante crescimento. Colocar na mesa alimentos saudáveis, com procedência de ponta, fresquinhos e sem nenhum agrotóxico nunca esteve tão em evidência.

A agricultura familiar se insere neste modelo de alimentação que estará exposta nos corredores da AgroPonte 2018. Nesta edição, serão mais de 40 cooperativas, das quais representam quatro mil propriedades rurais de todo Sul catarinense.

Foto: Divulgação / Arquivo AgroPonte 2017

Mais que alimentação saudável, a produção de orgânicos está diretamente ligada a um modelo agrícola consciente, com baixo impacto ambiental. Este estilo de produção é tido como o mais seguro para os agricultores, consumidores e meio ambiente, por não fazer uso de insumos agroquímicos, e, parece que a população já entendeu o recado.

Com crescimento girando em torno de 30% ao ano, a produção agrícola tem se destacado cada vez mais na agricultura familiar, responsável por 70% deste cultivo. Isto se deve, em grande parte, ao incentivo do poder público que, através do Ministério da Agricultura e de projetos focados neste segmento, consegue impulsionar esta cultura.

Atualmente, mais de 22% dos municípios brasileiros possui algum tipo de cultivo orgânico, sendo que o Sul do país é a região que menos produz, e eventos como a AgroPonte focam para reverter este quadro e valorizar ainda mais o produtor.

Presença confirmada

Foto: João Gabriel / Prefeitura de Içara

Da comunidade de Vila São Pedro, em Içara, para os corredores do Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma. A agricultora Dalvacir Simoni Gabriel é referência regional quando o assunto está relacionado aos produtos orgânicos certificados. Além de atender as escolas e feiras de Içara, incluindo a feira de Criciúma, como estabelecimentos comerciais, ela atua com a entrega de kits, compostos por um mix de alimentos naturais e fresquinhos, para consumidores de toda região.

Pela terceira vez, Dalvacir marca presença na AgroPonte. “A feira é um incentivo para o nosso trabalho, nos traz ainda mais conhecimento, além de ser uma excelente forma de divulgação. O consumo de produtos orgânicos vem crescendo bastante. Meu filho, inclusive, estava empregado e voltou para o campo para me ajudar. Comecei a trabalhar com o fumo e plantando alimentos somente para consumo próprio. Foi crescendo e, quando vi, estava focada somente no ramo da alimentação”, conta.

No final do mês passado, Dalvacir recebeu o prêmio Destaque Verde, concedido pela Fundação Municipal de Meio Ambiente de Içara – Fundai, em reconhecimento ao trabalho realizado. Ela revela que o alimento mais procurado ultimamente é a cenoura baby orgânica. “Os pais estão usando bastante para as crianças”, complementa.

A cenourinha “da vez” e outras tantas variedades de legumes, frutas, hortaliças, dentre outros estarão disponíveis a partir da próxima quarta-feira (15) até domingo (19), na AgroPonte 2018.

Colaboração: Comunicação AgroPonte 2018

Notícias Relacionadas

AgroPonte 2018: Turismo rural integra comunidade com a natureza no Sul catarinense

Na 8ª edição AgroPonte serão apresentadas as novidades do Rotas do Aguaí, o principal roteiro deste segmento na região.

Sicredi promove debate sobre a agricultura regional na Agroponte 2018

Epagri, Governo de Santa Catarina e Município de Criciúma são parceiros da iniciativa que reunirá produtores e secretários de agricultura do sul

8ª edição da AgroPonte começa na próxima quarta-feira

Evento segue até o domingo (19) com exposição de mais de 400 animais de grande porte.

AgroPonte 2018: oitava edição colhe os melhores resultados

Recorde de público e venda reforça comprometimento com a economia através do agronegócio e da agricultura familiar.