Geral

Águas-vivas cultivadas em universidade viram atração em aquário de SC

Os animais vão ficar em espaço cilíndrico entre o habitat dos pinguins e dos tubarões mangona.

Divulgação

As águas-vivas, da espécie Aurelia aurita, cultivadas em cativeiro são as novas atrações de um aquário em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense. Os animais vão ficar em espaço cilíndrico entre o habitat dos pinguins e dos tubarões mangona.

A ação envolve um projeto de assessoria técnica do Laboratório de Ecotoxicologia da Universidade do Vale do Itajaí (Letox/Univali) desenvolvido por uma equipe da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia da Universidade e do curso de oceanografia ao Oceanic Aquarium.

Segundo o professor Charrid Resgalla Júnior, as medusas começaram a ser cultivadas em setembro de 2020. “Como são invertebrados, a longevidade não é alta, mas estamos em acordo com o aquário para repomos os organismos constantemente”, explica Resgalla.

Inicialmente foram colocados 21 animais no local. As águas-vivas do aquário são brancas, mas o visitante pode contemplar em cores diversificadas a beleza dos animais, por conta das luzes de led em tons de azul, verde e vermelho.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Em agenda na capital, prefeito garante mais de R$ 600 mil de recursos para Cocal do Sul

Nesta terça-feira, dia 13, Fernando de Fáveri esteve na capital em busca de pleitos ao município

Legislativo: Vereador Nél propõe que ele e Gaguinho doem três meses de salário ao hospital

Enquanto o presidente falava, o vereador Ronaldo prontamente respondeu: "Fechado". Alegando "questão de ordem", ele tentou fazer uso da palavra, mas sem sucesso

Vereadores de Lauro Müller denunciam perseguição, assédio e pagamento de gratificação indevida

Em sessão acalorada, vereadores de oposição explanaram sobre fatos envolvendo o Poder Executivo e cobraram justificativa

Menino de 12 anos golpeia pai com facão para defender mãe de agressão no Oeste de SC

Segundo a polícia, o pai do adolescente chegou bêbado em casa e tentou agredir a esposa