Geral

Ainda faltam comprovações de milagres para a canonização de Albertina Berkenbrock

Alguns relatos de cura já foram encaminhados ao Vaticano, mas ainda faltam as comprovações para a Bem-Aventurada Albertina Berkenbrock ser canonizada. Para que isso ocorra, é necessário comprovar a cura instantânea através de exames e ser aprovado por uma comissão de médicos do Vaticano.

“Os relatos são sempre encaminhados. Entretanto, muitas pessoas que recebem uma graça não comunicam ou não enviam os exames. Precisamos que as pessoas enviem seus relatos, com atestados médicos e exames. Só com esses documentos é possível comprovar o milagre e tentar a canonização”, explica padre Sérgio Jeremias, que também é o vice-postulador da causa de beatificação de Albertina Berkenbrock.

Segundo padre Sérgio, a análise de documentos no Vaticano é rápida. “Sendo aprovado o milagre, todo o processo segue rapidamente. Por isso, quem tiver algum relato, com exames que comprovem o milagre, deve nos encaminhar”, ressalta.

No que se refere ao turismo religioso, o padre explica que tem sido constantemente explorado, junto ao turismo rural e gastronômico de Vargem do Cedro. “Em todos os fins de semana recebemos caravanas e, ao longo da semana, peregrinos em automóveis. O turismo religioso só tem a crescer na região, principalmente com a abertura do processo de beatificação do padre Aloísio Boeing, em Joinville, onde ele morreu e está sepultado. Como padre Aloísio nasceu em Vargem do Cedro, a sede da paróquia fará um memorial religioso para recordá-lo. Com isso, aumentará ainda mais o número de fiéis e turistas a conhecerem a cidade e a região”, explica padre Sérgio à reportagem do Jornal Diário do Sul.

Um memorial para a bem-aventurada está sendo construído no local onde Albertina morreu. Os recursos para a obra são doados por peregrinos. “Está sendo muito difícil, mas esperamos terminar logo. Depois, queremos iniciar a reforma da pequena capela do Martírio e do espaço em torno dela. Qualquer doação é bem-vinda”, acrescenta padre Sérgio.

Quem tiver interesse em ajudar com doações para o término do memorial e da reforma pode entrar em contato com padre Sérgio através do e-mail [email protected]

O que é canonização?

Canonização é um termo utilizado pela Igreja Católica e que diz respeito ao ato de atribuir o estatuto de santo a alguém que já era beato. A canonização de um beato é um assunto sério e um processo complexo dentro da Igreja, a ponto de só poder ser tratada pela Santa Sé, em si, por uma comissão de altos membros e com a aprovação final do Papa. Canonização é a confirmação final da Santa Sé para que um beato seja declarado santo. Só o Papa tem a autoridade de conceder o estatuto de santo.

Colaboração: Tatiana Dornelles/Diário do Sul