Segurança

Alemão é encontrado morto em casa incendiada em SC; argentino é preso

Portas estavam trancadas pelo lado de fora, segundo perícia inicial. Polícia Civil aguarda um laudo para verificar se a vítima foi agredida antes de morrer em Penha.

Foto: Corpo de Bombeiros

Um homem de origem alemã foi encontrado morto dentro de uma casa incendiada em Penha, no Litoral Norte de Santa Catarina. A vítima teria sido assassinada antes do incêndio e foi encontrada nos escombros da residência. As saídas da casa estavam trancadas por fora. Apontado por cometer o crime, um argentino foi preso preventivamente.

O incêndio aconteceu na sexta-feira (2), mas as circunstâncias da morte foram confirmadas pelo delegado Rafael Lorencetti nesta quarta-feira (7). A Polícia Civil aguarda um laudo para verificar se a vítima foi agredida antes de morrer.

Conforme Lorencetti, testemunhas ouvidas pela polícia indicaram que a vítima e o suspeito haviam discutido antes das chamas serem iniciadas. Uma perícia inicial no imóvel também identificou que as duas saídas do local estavam trancadas com cadeados pelo lado de fora.

Após audiência de custódia, a prisão em flagrante foi convertida para preventiva. Conforme o delegado, o homem era andarilho.

A motivação do crime ainda é apurada: “Eles discutiram, mas a gente não conseguiu ainda levantar o motivo da discussão. Porque o argentino não falou nada [durante o depoimento]”, afirmou Lorencetti.
A propriedade incendiada era usada como depósito de materiais por uma empresa local, segundo a Polícia Civil. O incêndio foi atendido pelo Corpo de Bombeiros na noite sexta, no km 110 da BR-101.

Com informações do g1 SC

Notícias Relacionadas

Ao celebrar 25 anos, Carbonífera Catarinense reafirma o compromisso com a comunidade

Trajetória da empresa foi marcada por conquistas e investimentos no desenvolvimento, saúde e segurança da equipe e em projetos sociais e ambientais.

Homens contratados por mulher suspeita de encomendar morte do marido em SC cavaram cova durante churrasco, diz polícia

Edinei da Maia foi encontrado morto enterrado, com as mãos amarradas, em Canelinha, quatro meses após desaparecer.

Bezerro é içado após cair em poço de 6 metros de profundidade em Florianópolis

Resgate ocorreu em uma propriedade no bairro Rio Vermelho. Animal foi entregue ao proprietário.

SC tem 1,1 mil aparelhos bloqueados com o Celular Seguro em seis meses

Serviço foi criado pelo Governo Federal e tem como objetivo inibir roubos de smartphones