Geral

Alimentos arrecadados durante Parada LGBTQIA+ são entregues a imigrantes de Criciúma

Foram quase 600kg coletados que contou com doações feitas desde o último dia 23

Divulgação

O amor e a solidariedade falaram mais alto em Criciúma. Durante a Parada LGBTQIA+ realizada no último sábado, dia 28, a população correspondeu e fez a doação de mais de meia tonelada de alimentos. A quantia se junta a outros 100kg de alimentos arrecadados por doações feitas ao gabinete da vereadora Giovana Mondardo desde o último dia 23. A entrega de todos os alimentos à Associação dos Haitianos aconteceu nesta terça-feira, dia 31, pela manhã e foram necessários quatro carros para que todas as doações chegassem ao destino final.

De acordo com a vereadora, a ideia da campanha de arrecadação de alimentos surgiu durante uma visita à associação. “Há alguns dias estivemos na associação e a falta de apoio aos imigrantes de diferentes nacionalidades que chegam ao município nos chamou atenção. Promovemos a campanha que teve grande adesão e conseguimos retornar e fazer a entrega, que além de ajudar os imigrantes, também irá colaborar com a comunidade local”, explicou Giovana Mondardo.

A Associação dos Haitianos de Criciúma não possui verba fixa e todas as doações de roupas e alimentos que a associação repassa, são feitas por toda a comunidade. Mensalmente, são distribuídos aproximadamente 300 kits para as pessoas necessitadas. “Agradecemos a todas as pessoas que colaboraram com essa causa, nós amamos o Brasil e somos gratos por todo esse carinho”, declarou o presidente da associação, Pierre Paul Deshomme.

Interessados em continuar contribuindo com a associação, por meio de doação de roupas, alimentos, kits de higiene e outros itens, podem entrar em contato via WhatsApp pelo telefone (48) 99817-6224 ou pela página no Facebook www.facebook.com/ahccriciuma.

Notícias Relacionadas

São Ludgero vacina contra Covid-19 adolescentes com 13 anos

Acontece na Sala de Vacinas, localizada na ESF Margem Esquerda.

Mulheres Artesãs da Coopercocal retomam atividades presenciais

As atividades iniciaram na última semana, com capacidade reduzida, seguindo todos os protocolos de segurança.

CRAS de Orleans é invadido e tem TV, notebook, celular e caixas de som furtados

Quando chegou para trabalhar no local, servidora constatou que a janela estava aberta e que havia uma cadeira próxima a ela.

Coronavírus em SC: 70% das cidades não registram mortes por Covid em setembro

Das 295 cidades catarinenses, 204 não registraram óbitos no mês de setembro.