Educação

Alunos do Colégio Satc visitam trabalhos ligados à água no Centro Tecnológico da instituição

Aula especial teve como foco as ações e estudos da entidade conectados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Divulgação

Para dar seguimento à mais uma etapa do projeto ligado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), os alunos do Ensino Integral do Colégio Satc visitaram as instalações do Centro Tecnológico Satc (CTSatc). Durante a aula especial, as turmas do 4º e 5º ano puderam conhecer as ações da instituição para a utilização da água da chuva e o Laboratórios de Águas e Efluentes (LAQUA).

A bióloga, Regina Fernandes, foi a responsável pelo tour e levou as crianças para conhecerem o sistema de armazenamento da água da chuva. “Utilizamos duas cisternas, com capacidade de 30 mil litros cada uma, para o armazenamento da água que cai nas calhas do prédio e chega até os reservatórios. E esse líquido é destinado para o uso não nobre, como banheiros e lavagem de calçadas”, expõe Regina.

Como o projeto focado no ODS 6 Água Potável e Saneamento, a turma conheceu o laboratório LAQUA, responsável por análises e controle de qualidade da água de que busca por esse serviço. “Nessa visita, os alunos puderam conhecer e descobrir como a instituição em que eles estudam cuida e utiliza esse recurso natural tão valioso. Eles puderem ver a mágica que é feita no laboratório de análises e ver com a aplicação o que pode ser água potável ou não”, conta a professora do Integral do Colégio Satc, Emanuela Toldo.

Para a pequena Alice Roque Izidro, analisar a água antes de beber é muito importante. “Aprendi que precisamos fazer testes, pois dependendo do resultado a gente vai saber o que podemos beber e o que pode fazer mal para as pessoas”, explica a aluna.

Além da visita ao CTSatc, os estudantes irão conhecer o processo de tratamento de água realizado pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN).

Notícias Relacionadas

Ministério viabiliza reajuste de salário para agentes de saúde

Eles passarão a ganhar R$ 2.424,00

SESI inicia aulas de robótica de alto desempenho em parceria com o município de Criciúma

Cerca de 20 alunos, de 14 escolas municipais, estão participando da oficina

Mulher será indenizada após vestido arrebentar em baile e praticamente deixar ‘seio à mostra’, decide TJSC

Ação foi movida contra loja contratada. Segundo a Justiça, a alça da peça arrebentou e causou constrangimento. A sentença foi divulgada na quinta-feira e cabe recurso.

Noite de confraternização coroa o sucesso da primeira turma do PGVE realizado pela ACIO

Capacitação proporcionou o conhecimento necessário para 50 empreendedores alavancarem os resultados dos seus negócios.