Geral

Amrec abriu mais de 800 novas empresas no primeiro mês do ano

Região teve um avanço superior a 50% em relação a dezembro de 2021

Divulgação

Os empreendedores da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) começaram o ano mais empolgados do que terminaram 2021. Segundo o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), a região abriu 879 novas empresas apenas no mês de janeiro. O saldo é 51,3% maior em relação a dezembro passado.

O bom momento da economia regional foi atestado na divulgação do último Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Janeiro gerou quase 10 mil postos de trabalho, principalmente nos setores da indústria, de serviços e do comércio. Os indicadores em alta acompanham o crescimento econômico que já vem desde o último ano.

“A maior parte dessas empresas que estão abrindo é relacionada ao comércio. O movimento econômico, que mede o crescimento da região, teve uma alta de 18,5% em 2021. É um crescimento grande, maior do que a média estadual. Isso significa que a região tem capacidade para comportar mais empresas, desenvolvendo toda a cadeia. Essa expansão acaba demandando um maior número de prestadores de serviços”, explica Ailson Piva, coordenador do Movimento Econômico da Amrec.

Ainda que a região veja aumentar o número de empresários locais, os dados apontam que as condições de trabalho não estejam tão favoráveis. “Por um lado é bom, porque demonstra que a nossa região tem um poderio econômico, tem capacidade de absorver essas empresas. Mas, se formos analisar por outra perspectiva, é um sinal de que mais pessoas estão optando por migrar para o seu próprio negócio, por não estarem satisfeitos trabalhando como funcionários”, pondera Piva.

As cidades que mais abriram novos CNPJs em janeiro foram Criciúma, com 513, e Içara, com 130. Ao todo, a região tem 48.013 empresas ativas.

Santa Catarina teve recorde anual

O número de empresas abertas entre janeiro e dezembro de 2021 representou o maior recorde histórico anual nos 128 anos de existência da autarquia, segundo levantamento da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc). O saldo positivo de novos negócios em funcionamento no estado no ano passado chegou aos 138.032. Este número é a diferença entre todas as aberturas (204.954) e extinções (66.922) no período.

Ao analisar o resultado de 2021, o dado mostra alta de 19% em novos negócios se comparado com o ano de 2020 (saldo 115.571) e, crescimento de 42% em relação a 2019 (saldo 97.034), período em que não existia a pandemia da Covid-19.

Total de empresas abertas por município em janeiro de 2022:

– Balneário Rincão: 21

– Cocal do Sul: 35

– Criciúma: 513

– Forquilhinha: 41

– Içara: 130

– Lauro Müller: 12

– Morro da Fumaça: 28

– Nova Veneza: 21

– Orleans: 30

– Siderópolis: 22

– Treviso: 3

– Urussanga: 23

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Coração viaja 200 km de helicóptero para ser transplantado em SC

Para o coordenador do projeto, o médico Joel de Andrade, o tempo é um fator essencial para este tipo de operação

Quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros é presa em SC

A partir da investigação da DIC de Joinville, sete pessoas foram presas nesta sexta-feira; três caminhoneiros em cativeiro foram libertados

Covid: ministério recomenda dose de reforço para adolescentes

Imunizante deve ser aplicado quatro meses após segunda dose

Aneel mantém bandeira tarifária verde para junho

Com isso, contas de luz ficam sem cobrança extra no próximo mês