Esporte

Andriele Raiana Zander é prata no Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub 23

Andriele também participou da prova Salto Triplo, porém sentiu dores na região do joelho e por decisão técnica, para preservar a integridade da atleta, se retirou da prova após aquecimento

Divulgação

Com a marca de 6,16 metros no Salto em Distância a atleta de São Ludgero, Andriele Raiana Zander, conquistou prata no Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub 23, disputado no final de semana, dias 4 e 5 de setembro, na pista da Confederação Brasileira de Atletismo, em Bragança Paulista, São Paulo.

São Ludgero participou através da Associação Sãoludgerense de Atletismo e Andriele estava acompanhada do técnico e professor da Escola Municipal de Atletismo, Jemerson Fernandes. Ele informa que Andriele fez um centímetro a menos do que a atleta que conquistou ouro. Já a terceira colocada, que conquistou o bronze, fez a marca de 5,91 metros.

Andriele também participou da prova Salto Triplo, porém sentiu dores na região do joelho e por decisão técnica, para preservar a integridade da atleta, se retirou da prova após aquecimento. “A avaliação é muito positiva para esse campeonato, estamos sempre conseguindo disputar com os melhores atletas do país e conquistando ótimas colocações, medalhas, fruto de muita disciplina e determinação em relação aos treinos. A Andriele está de parabéns”, pontua o técnico e professor.

O professor Jemerson Fernandes faz questão de agradecer o apoio recebido da Prefeitura de São Ludgero/Secretaria de Educação, Cultura e Esportes através da Comissão Municipal de Esportes (CME) e a parceria existente com a Mybox Centro de Treinamento.

Notícias Relacionadas

Homem morre esmagado por trator em SC

Máquina sofreu empinamento e prensou a vítima entre o trator e uma árvore que estava sendo arrastada

Menino de 9 anos morre após bicicleta ficar prensada entre veículos em SC

Garoto chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu

Centro de Reabilitação Cardiopulmonar Pós-Covid completa um ano com números positivos em Criciúma

Em 12 meses, foram mais de mil pacientes, sendo que 310 receberam alta. Além disso, o centro contou com mais de 53,3 mil procedimentos realizados

Fundação Cultural de Criciúma estende Primavera dos Museus

Exposição, no Memorial Casa do Agente Ferroviário Mario Ghisi, ficará acessível até o fim do ano