Geral

Aniversário de Sangão é celebrado com recuperação da SC-443 e lançamento de documentário

A Administração Municipal celebra o aniversário de 29 anos de emancipação político-administrativa, completados em 30 de março

Divulgação

Com produção de documentário que resgata a origem do povoamento de Sangão e investimento na recuperação da SC-443, a Administração Municipal celebra o aniversário de 29 anos de emancipação político-administrativa, completados em 30 de março. Sem a possibilidade de realizar de eventos, a opção foi organizar, a partir desta segunda-feira, 29, atividades educativas através das escolas.

Autoridades celebram a recuperação da SC-443

Nesta segunda-feira, dia 29, o prefeito Castilho Silvano esteve com o governador Carlos Moisés para acompanhar a assinatura da ordem de licitação para as obras de recuperação de 2,5 quilômetro da SC-443, que dá acesso ao município, incluindo ciclo faixa, com investimento de R$ 6,6 milhões.

“Uma obra tão importante, que estamos reivindicando há tanto tempo. Vamos ter sorte também com uma empreiteira boa para executar a nossa obra e inaugurarmos o mais breve possível”, celebrou o prefeito. Também se fizeram presentes na ocasião, o secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, o deputado José Milton Scheffer e o presidente da Casa Legislativa de Sangão, vereador Anderson de Souza.

Audiovisual apresenta história local

O documentário apresenta, a partir de dados historiográficos do Brasil, Santa Catarina e da região, a história da formação das comunidades sangãoenses. Conforme o prefeito Castilho Silvano, esta foi também uma maneira de homenagear os moradores.

A versão resumida do documentário foi exibida nesta segunda-feira, através do Facebook da Prefeitura de Sangão. “Essa foi a forma que encontramos de marcar essa data importante que é o aniversário da nossa emancipação. Não é um trabalho definitivo, mas o início de um planejamento que quer resgatar a nossa história. São 29 anos de emancipação, mas somos um povo com mais de 200 anos de história que precisa ser contada, resgatada e preservada”, declarou.

“Os primeiros moradores a ocupar essas terras, as lendas e a história do nosso município foram os objetivos iniciais. Partimos de alguns trabalhos universitários que foram elaborados por moradores e buscamos por registros em cartórios e livros paroquiais como fontes para esse início de trabalho, mas muito ainda há por ser reconstruído”, destacou a diretora de Cultura, Deise Formentim.

  • sangao7
  • sangao6
  • sangao5
  • sangao4
  • sangao3
  • sangao2
  • sangao1

Notícias Relacionadas

Corrida e Caminhada da Saúde será neste domingo, em Orleans

Ação conta com opções de 10 e 5 quilômetros e tem saída e chegada na Praça Celso Ramos.

Secretaria de Saúde lança ferramenta para facilitar acesso a medicamentos pelo SUS

Medicamentos são destinados para tratamento precoce de problemas comuns

Adolescente é morto durante troca de tiros com a PM em SC

Polícia realizava operação para cumprir mandado de prisão contra um homem

Prefeitura de Criciúma fomenta economia com pagamento do 13º salário

Recurso destinou R$ 8 milhões aos servidores municipais