Saúde

Após ataque hacker, SC pede que municípios sigam vacinando contra Covid

Site do Ministério da Saúde e ConecteSUS estão fora do ar

Divulgação

Após um ataque hacker tirar do ar o site do Ministério da Saúde e do ConecteSUS, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) orientou os municípios a seguirem vacinando contra a Covid-19.

A aplicação de primeira, segunda e da dose de reforço deve ser registrada em formulários padronizados, segundo a Dive. Posteriormente, os dados serão inseridos no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (Sipn).

O sistema estadual, que registra dados dos municípios catarinenses, não foi afetado pelo ataque, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

“Estamos aguardando comunicação oficial do Ministério da Saúde [MS] sobre quando o acesso aos sistemas voltarão a ficar operacionais e qual será o impacto em termos de atualização de dados para o estado. A última atualização de dados do MS foi realizada na madrugada de 10 de dezembro”, informou a SES em nota.

Florianópolis, São José, Blumenau, Joinville e Chapecó já anunciaram que vão manter a vacinação normalmente.

Ataque hacker

O site do Ministério da Saúde, o aplicativo e a página do ConecteSUS — onde é possível acessar o comprovante da vacinação — sofreram um ataque hacker na madrugada desta sexta-feira (10). O problema também afetou o sistema que registra os casos da doença.

Um grupo assumiu a autoria do ataque. Durante a madrugada, os sites exibiram a mensagem “nos contate caso queiram o retorno dos dados”. O texto foi retirado, mas as páginas seguem fora do ar.

Ainda não há uma previsão para que as páginas voltem a funcionar. O Ministério da Saúde informou que a Polícia Federal e o Gabinete de Segurança Institucional foram acionados para investigar o caso.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Após ataque hacker, sistema do SUS já tem previsão para ser restabelecido

Em nota, Ministério da Saúde afirmou que processo de recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado sem perda de informações

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título