Geral

Aposentados sem “prova de vida” poderão ficar sem benefício no mês de março

Número de segurados que podem ficar sem dinheiro é grande. Nova regra determina bloqueio automático.

Foto: Gustavo Roth/Folha Imagem/Dedoc

Cerca de 1,334 milhão de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem ficar sem receber o benefício referente a março. Segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), este é número de segurados que não fizeram a chamada prova de vida nos últimos 12 meses. O bloqueio está previsto na Medida Provisória 871/2019, que instituiu um novo pente-fino e regras para combater pagamentos indevidos e fraudes.

A prova de vida é um procedimento obrigatório desde 2012, mas anteriormente não havia o bloqueio automático para quem deixou de comparecer ao banco no último ano.

Antes, as suspensões eram realizadas conforme uma agenda definida com base no número do benefício. Cada banco fazia de uma maneira: haviam instituições que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, e ainda quem convocasse o beneficiário um mês antes do vencimento da última comprovação de vida realizada.

Com informações da Veja

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Braço do Norte e Unisul/Weber renovam parceria

O convênio dá direito a descontos para funcionários, dependentes e cônjuges de funcionários e estagiários do Governo Municipal.

Maia abre sessão que vai votar destaques à PEC da Previdência

Deputados vão debater oito sugestões de mudanças ao texto-base

Governo de Criciúma e Sindicont firmam parceria em benefício aos microempreendedores do município

Convênio disponibilizará uma lista de contadores para a Casa do Empreendedor auxiliar MEIs

Programa Cartão Reforma seleciona 150 famílias em Maracajá