Segurança

Assassino de menino indígena é condenado a 19 anos de prisão

O julgamento ocorreu durante esta terça-feira, 14, na Câmara de Vereadores de Imbituba.

Assassino de menino indígena é condenado a 19 anos de prisão

Foto: Gabriel Felipe

O responsável pelo assassinato do menino indígena Vitor Pinto, em dezembro de 2015, foi condenado a 19 anos, cinco meses e dez dias de prisão em regime fechado, por homicídio qualificado.

Matheus de Ávila Silveira, de 24 anos, era réu confesso e foi a júri popular nesta terça-feira, 14. O julgamento ocorreu na Câmara de Vereadores de Imbituba e se estendeu durante todo o dia.

Apesar da condenação, Silveira deve permanecer no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico – HCTP de Florianópolis por, pelo menos, mais um mês.

O período servirá para a Justiça identificar se ele possui condições mentais de cumprir a pena em uma penitenciária ou se permanecerá internado na instituição de saúde, já que ele foi diagnosticado como portador de uma síndrome que causa transtorno de personalidade. O encaminhamento sobre o assunto deve ocorrer nas próximas semanas.

Relembre o caso

O assassinato cometido no dia 30 de dezembro de 2015 gerou comoção e revolta. Vitor tinha apenas dois anos quando foi assassinado com um corte no pescoço em frente à rodoviária de Imbituba, no momento em que era alimentado pela mãe.

Após uma denúncia feita à Polícia Militar, Silveira foi encaminhado à delegacia. A ligação informava de que ele havia assumido, diante de algumas pessoas, que teria cometido o crime. Algumas semanas depois, o jovem chegou a confessar à polícia que matou a criança por influências religiosas.

Com informações do Portal DN Sul

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.

TJ confirma pena para trio envolvido com tráfico e flagrado com 56 kg de maconha

A operação policial foi realizada na tarde de 4 de setembro de 2018.

Homem que furtou cão da raça Chow Chow tem pena confirmada pelo Tribunal de Justiça em Araranguá

Ele cumprirá pena de um ano de reclusão, em regime semiaberto , mais o pagamento de 10 dias-multa.