Geral

Atenção e cautela com modificações no trânsito para obras em Criciúma

Obras do Binário, no bairro São Luiz, e nivelamento de caixas coletoras executado pela Casan, provocam alterações no trânsito em pelo menos dois bairros da cidade

Divulgação

Obras em pelo menos dois bairros de Criciúma provocaram alterações no trânsito e exigem atenção e cuidados especiais dos motoristas e pedestres. Na rua Osvaldo Pinto da Veiga, no bairro Próspera, seguem os trabalhos de nivelamento das caixas coletoras de esgoto, que com a recolocação da capa asfáltica, deixaram desníveis na pista. Nesse trecho, até o semáforo da rua Pernambuco, o trânsito está lento e com interrupções. Os motoristas devem ficar atentos à sinalização. Agentes de trânsito da Diretoria de Transito e Transportes (DTT) do município, também estão no local auxiliando no fluxo.

Continuam as obras também no bairro São Luiz, para a execução do Binário, na Avenida Santos Dumond, e com elas alterações no trânsito. Segue a colocação de aduelas, para o sistema de escoamento pluvial, na Vitor Hugo, que liga a Henrique Laje com a Visconde de Cairu. No trecho em obras está permitido apenas o trânsito local, com sinalizações para desvios de rotas. A avenida Carlos Pinto Sampaio também continua em obras, permitindo apenas o trânsito local.

Notícias Relacionadas

Dois pedreiros são soterrados parcialmente em SC durante acidente de trabalho

Um deles foi atingido por um pedaço de concreto e foi encaminhado ao Hospital Regional do Oeste. O outro recusou atendimento hospitalar.

Brasil vai ao pódio em primeiro torneio após Jogos de Tóquio

Guilherme Schmidt chega à final e leva prata no Grand Prix de Zagreb

Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas

Prazo vai até 30 de setembro

Governo do Estado e Celesc inauguram a ampliação da PCH Celso Ramos e a primeira usina solar da companhia

O projeto da ampliação consistiu na implantação de um novo circuito adutor, com canal de adução, conduto forçado e construção de nova casa de força, com duas unidades geradoras de 4.150 kW cada