Saúde

Atendimentos eletivos e de Odontologia serão retomados de forma gradativa em Tubarão

Mesmo com a retomada, a Fundação pede aos usuários que, caso sua demanda possa ser atendida de forma remota, sem a necessidade de deslocamento à UBS, que assim se proceda

Divulgação

A Fundação Municipal de Saúde divulgou nesta terça-feira (5) que os atendimentos eletivos, ou seja, aqueles sem urgência, e os da área de Odontologia, serão retomados de forma gradativa a partir da próxima segunda-feira, dia 11.

Nesta área, os atendimentos seguirão os protocolos estabelecidos no Guia de Orientação para a Atenção Odontológica no Contexto da Covid-19, do Ministério da Saúde, que regulamenta, dentre outros, questões como:

– Agendamento de 30% (três pacientes) da capacidade de atendimento diário para procedimentos eletivos na atenção básica e manutenção de 50% da capacidade de atendimento de cada especialidade na média complexidade (CEO);

– Os atendimentos eletivos deverão ser agendados com respeito de pelo menos duas horas entre si, de forma preferencial sendo marcado dois deles para o final de cada turno de trabalho (manhã e tarde);

– Manutenção de rotina rígida de controle de infecção e contágio por meio de utilização dos EPIs, barreiras, bem como procedimentos de desinfecção de superfícies e esterilização;

– Terão preferência nos atendimentos grupos prioritários como gestantes, crianças, idosos, portadores de doenças crônicas relacionadas com a saúde bucal, com necessidades especiais e outras situações similares.

Da mesma forma, serão retomadas as consultas médicas e de enfermagem de natureza eletiva nas Unidades Básicas de Saúde. De maneira gradativa, serão disponibilizadas pelo menos oito consultas, prioritariamente aos grupos de risco (idosos, acamados, portadores de doenças crônicas, obesos), além dos atendimentos já realizados.

Mesmo com a retomada, a Fundação pede aos usuários que, caso sua demanda possa ser atendida de forma remota, sem a necessidade de deslocamento à UBS, que assim se proceda, a fim de se evitar deslocamentos e aglomerações desnecessários.

Mesmo assim, caso o atendimento realmente tenha a necessidade de ser presencial, que seja realizado de maneira prioritária, envolvendo toda a equipe da unidade.

Ainda, ressalta-se que situações que envolvam demandas respiratórias, de qualquer natureza, têm prioridade total no atendimento e, neste cenário, que o paciente seja atendido pelo número mínimo necessário de profissionais e que seja deslocado pelo menor número de espaços dentro da unidade possível.

Outras informações podem ser obtidas através do telefone (48) 3621-9600.

Notícias Relacionadas

Mulher perde controle do veículo e bate em poste no distrito do Guatá, em Lauro Müller; VEJA AS FOTOS

Motorista, de 24 anos, teve ferimentos leves e foi conduzida à Fundação Hospitalar Henrique Lage

Dois pedreiros são soterrados parcialmente em SC durante acidente de trabalho

Um deles foi atingido por um pedaço de concreto e foi encaminhado ao Hospital Regional do Oeste. O outro recusou atendimento hospitalar.

Brasil vai ao pódio em primeiro torneio após Jogos de Tóquio

Guilherme Schmidt chega à final e leva prata no Grand Prix de Zagreb

Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas

Prazo vai até 30 de setembro