Geral

Atividades de iniciação científica e cultural marcam a semana na Escola Barriga Verde

Com diferentes temas e abordagens, professores e alunos se empenharam no desenvolvimento de atividades criativas e inovadoras. A temática deste ano foi “Aprender para Conhecer”.

Fotos: Ascom Unibave

Na última quinta-feira, 14, às 17h, a Escola Barriga Verde – EBV realizou a II Expomirim com os alunos da Educação Infantil. As atividades giraram em torno do tema: “Parece Magia”. Por meio das atividades desenvolvidas os alunos foram estimulados com relação a autonomia, criatividade e inovação, respeitando sempre as habilidades de cada faixa etária.

Por meio de maquetes, o infantil 5 retratou o Egito antigo. Já o infantil 4, com o projeto o mundo dos animais, destacou a origem do leite e sua utilidade na nossa alimentação. Com as cores primárias, o Infantil 3 fez descobertas com a mistura de cores.

Fotos: Ascom Unibave

Já o Infantil 2 identificou as cores e formatos fazendo uso das frutas. O Infantil 1 conheceu as cores primárias por meio da atividade Dedo Mágico. Os alunos do Berçário também participaram da proposta por meio do projeto minhas primeiras sensações, explorando as cores pela percepção visual e pelo tato.

Já na sexta-feira, 15, as atividades envolveram os alunos do Ensino Fundamental e Médio na XIII Exposição Científica e Cultural da EBV. A exposição científica é um evento que marca a construção de conhecimentos numa perspectiva inter e transdisciplinar.

Com diferentes temas e abordagens, professores e alunos se empenharam no desenvolvimento de atividades criativas e inovadoras. A temática deste ano foi “Aprender para Conhecer”.

  • Expomirim3
  • Exposição Científica (5)
  • Expomirim2
  • Exposição Científica (1)
  • Exposição Científica (3)
  • Expomirim1
  • Exposição Científica (6)
  • Exposição Científica (4)
  • Exposição Científica (2)

Segundo a diretora de Educação Básica da EBV, Rosilane Cachoeira, a proposta foi ir além: aprender, conhecer e compartilhar saberes. “Acreditamos que o saber compartilhado ganha sentido e significado, possibilitando transformações no âmbito da coletividade. A EBV tem o compromisso com o desenvolvimento de uma educação que verdadeiramente transforma”, frisou a diretora.

Fotos: Ascom Unibave

Foram apresentadas 16 temáticas diferentes para visitação: carros antigos; evolução dos brinquedos; universo farmacêutico; acidentes domésticos; tornado luminoso; o cérebro humano e a visão; luz negra; energia e suas formas; química e suas experiências, motores do futuro, fluorescência; aplicação das correntes elétricas; simulador de Tsunami e desafiando seu cérebro. No decorrer do dia, também aconteceram apresentações artísticas, envolvendo as oficinas de dança e de música da EBV.

Para a diretora, o sucesso da Exposição é resultado de esforços de toda a escola. “Nossos alunos se comprometeram com a proposta, demonstrando responsabilidade e espírito de equipe. Faz-se necessário um agradecimento especial aos professores orientadores das equipes pela dedicação e envolvimento, e as famílias, por apoiarem seus filhos em mais esta iniciativa da escola”, ressaltou Rosilane.

O poder municipal de Orleans disponibilizou transporte, oportunizando que algumas escolas do município pudessem prestigiar o evento. Além de alunos da rede municipal, se fizeram presentes, professores, familiares e demais visitantes. A próxima exposição científica realizada pela escola ocorre em 2020.

Colaboração: Thaiara Pilon – Ascom Unibave

Notícias Relacionadas

Educação monta força-tarefa para garantir que alunos de comunidades distantes recebam atividades impressas

O mesmo esforço para entregar as atividades impressas para alunos sem acesso à internet está sendo feito por vários gestores escolares e professores da rede estadual.

Balanço 2019: Educação chama 3 mil efetivos e investe em formação docente e manutenção de escolas

O secretário Natalino Uggioni destaca avanços como a aquisição de lousas digitais e computadores para todas as escolas estaduais

Atendimento aos estudantes com atividades não presenciais alcança 97% da rede estadual de ensino

O relatório da Diretoria de Ensino da SED indica que 522.325, dos 537.584 alunos matriculados na rede, estão acessando as atividades remotas de forma virtual ou com os materiais impressos.

Inseguro para estudantes, ginásio em escola pública em Orleans terá que se adequar, diz Justiça

O Corpo de Bombeiros informou que o ginásio não possui todos os sistemas preventivos considerados vitais.