Esporte

Atletas do Mampituba/FME Criciúma disputam maior torneio estudantil do mundo

Dois atletas da equipe de tênis da mesa do Mampituba/FME Criciúma irão representar SC na seletiva nacional do Gymnasíade

Divulgação

Os atletas Gabriel de Oliveira Antunes e Maria Eduarda Magagnin da equipe de tênis de mesa da S.R. Mampituba/FME Criciúma irão representar Santa Catarina na seletiva brasileira do maior evento estudantil do mundo, o Gymnasíade. A competição ocorre em Aracaju, no Sergipe.

“Cada estado vai levar os melhores quatro jogadores olímpicos sub-18. E teremos esses dois representantes, um no masculino e um no feminino. É como se fosse um brasileiro e aí classifica os três melhores para representar o Brasil na França (etapa mundial)”, explica o técnico da equipe, Alexandre Ghizi.

Gabriel e Maria viajam nesta segunda-feira (14) para a disputa, que inicia na terça-feira (15) e vai até a quinta-feira (17). Gabriel é atleta paralímpico da equipe, mas irá participar da competição olímpica.

“Ficamos contentes com essa convocação dos nossos atletas. Isso mostra o forte trabalho de base que estamos desenvolvendo como equipe e é resultado da dedicação de cada um. Agora é ir em busca da vaga para a França”, ressalta Ghizi.

A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma é parceira da equipe de rendimento de tênis de mesa do Mampituba, que é integrante do projeto de formação de atletas que o clube mantém por meio de convênio, através de editais, com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Notícias Relacionadas

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida

Cidades da Serra têm alta de até 60% na economia em maio incomum com neve

Restaurantes, lojas e postos de combustíveis reforçaram lucros com "boom" de turistas

Serra do Corvo Branco é liberada de Urubici até o corte

Equipes coordenadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) trabalham na limpeza da rodovia e na recuperação de encostas há cerca de 10 dias, quando fortes chuvas atingiram Santa Catarina