Educação

Atrasos, superlotação e desmaio marcam provas de professores ACTs em SC

Relatos de candidatos apontam problemas na aplicação das provas neste domingo (19)

Divulgação

Milhares de professores em toda Santa Catarina participaram neste domingo (19) do processo seletivo do governo do Estado para vagas temporárias na educação básica. A aplicação dos testes, porém, foi marcada por atrasos, confusão, salas superlotadas, provas trocadas e até desmaio. Nas redes sociais, uma série de vídeos mostra o desafio dos candidatos.

Em uma das gravações é possível observar os professores literalmente fazendo as provas em dupla por falta de espaço na sala. Nesse mesmo vídeo, que teria sido feito na Anhanguera, em São José, a pessoa que está filmando relata que uma professora desmaiou e precisou ser socorrida pela equipe do Samu.

Em um grupo de professores no Facebook são dezenas de relatos. Uma candidata, por exemplo, disse não ter recebido as provas para todas as disciplinas que se inscreveu. Ela conta que havia cerca de 90 pessoas amontoadas na sala — a maioria gestantes e lactantes. Segundo a candidata, a prova começou com quase uma hora de atraso devidos aos problemas e “até a polícia foi chamada”.

Outra pessoa conta que estava numa sala com 40 pessoas e houve dificuldade até para conseguir autorização para abrir as janelas antes do começo das provas. Cita, ainda, “provas erradas, gente tendo que fazer prova de disciplina que não se inscreveu”.

“Em Blumenau, assim como em outras cidades, muitos professores foram impedidos de acessar o local de provas devido à desorganização da banca e a falta de compreensão do edital por parte dos organizadores. Acessamos o local de provas (Furb Campus 2) com antecedência, ao meio dia, e fomos barrados ao adentrarmos o bloco onde seriam realizadas as provas”, comenta outro candidato.

Uma professora desabafou: “Sala com 100 pessoas, a maioria em dupla, sem ventilação na sala e atraso no horário de início da prova. Essa é a valorização do professor nesse país!”.

Em outubro, o governo do Estado adiou o concurso para contratação de professores temporários em virtude da grande quantidade de profissionais inscritos e “de imprevistos que ocorreram ao longo do processo”. A prova ficou então para este domingo (19), sob a responsabilidade da Acafe.

Contraponto

A NSC questionou cada situação relatada pelos professores através dos vídeos e depoimentos nas redes sociais. A Secretaria de Estado da Educação respondeu através de nota citando que houve uma situação pontual de capacidade de sala na Grande Florianópolis.

Disse que os vídeos que mostram os tumultos foram feitos antes do início da readequação dos candidatos para outros espaços e que aqueles flagrados usando o celular foram eliminados.

A assessoria de imprensa do Estado informou que os candidatos que se sentirem prejudicados poderão fazer “as alegações no período para recurso previsto no edital”.

Confira nota do Estado na íntegra

A Acafe e a Secretaria de Estado da Educação esclarecem que houve uma situação pontual a respeito da capacidade das salas de aula em um local de aplicação da prova para o processo seletivo de professores ACTs na Grande Florianópolis.

Antes do início da prova, houve a intervenção do coordenador para disponibilizar outras salas no local de prova. Logo, parte dos candidatos foi realocada para outros espaços, garantindo um distanciamento maior.

Em função desta operação, houve acréscimo ao tempo adicional de prova destes candidatos para que fosse observado o limite de quatro horas para realização da prova.

As imagens que circulam nas redes sociais foram gravadas antes deste remanejamento e, consequentemente, antes do início das provas. Quem usou o celular durante a aplicação da prova foi eliminado, conforme previsto no edital.

Além disso, o papel que aparece nas imagens não é a prova, mas o cartão de resposta que é colocado sobre as carteiras para identificar os candidatos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Enem 2018: 36 mil alunos deixam de fazer a segunda prova em SC

A tarde ensolarada foi de prova para mais de 88 mil alunos catarinenses que participaram da segunda etapa do exame.

Eleições 2018: Braço do Norte tem atraso na apuração de votos

Apesar do atraso na apuração, o dia foi tranquilo, nenhuma ocorrência de crime eleitoral foi registrada no município.

Jovem é arrastado por 90 metros após acidente na BR-470 e motorista foge

PRF conseguiu identificar o condutor do carro e caso será enviado à Polícia Civil para abertura de inquérito

Carro bate em ciclista, mata idoso e motorista foge em SC

Acidente aconteceu por volta das 19h30 de domingo