Educação

Aulas presenciais retornam nesta terça-feira (16) em Turvo

Unidades de ensino trocam o ensino remoto pela modalidade híbrida

Divulgação

Após duas semanas de aulas de forma remota, os mais de mil de alunos de creche, pré-escolar, ensino fundamental 1 e 2 e EJA (Ensino de Jovens e Adultos) da rede municipal de ensino de Turvo, retomam os estudos de forma presencial, nesta terça-feira (16).

O município de Turvo estava preparado para retornar as aulas no dia 18 de fevereiro. Conforme decisão colegiada dos prefeitos da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense), foi adotado retorno conjunto de forma online para o dia 1 de março, como forma de amenizar o avanço da pandemia do coronavírus e organização das estratégias de segurança.

A secretária de Educação de Turvo, Elizete Possamai Ribeiro, explica que durante duas semanas as unidades de ensino atenderam os estudantes de forma remota, seja via internet ou com materiais impressos. A partir de agora as aulas retomam presenciais, mas de forma híbrida, a fim de atender os protocolos de segurança.

Nas escolas em que existe o período integral, as aulas vão ocorrer com capacidade de 50% em cada série, com metade da turma no período matutino e metade no período vespertino. Diante desta realocação, não haverá aulas integrais e nem almoço na unidade escolar.

Já nas escolas sem período integral, as turmas precisarão trabalhar com as turmas alternadas em um rodízio: metade da classe estudará um dia, e a outra metade no dia seguinte. Nos dias sem aula na escola, os alunos receberão material para realizar atividades em casa.

Notícias Relacionadas

Esucri terá polo da Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina

Convênio foi firmado para que a instituição seja sede da única extensão do órgão no Estado

Xadrez de Criciúma conquista oito medalhas na Olesc

Competição foi realizada neste fim de semana em Timbó

Governo sanciona lei que cria autoridade de segurança nuclear

A lei foi publicada hoje no Diário Oficial.

Operação Hefesto: polícia pede vistoria em restaurantes por carne imprópria para consumo

Após divulgação de ofício, delegado confirma pedido para Vigilância Sanitária inspecionar quatro restaurantes no Sul de Santa Catarina.