Geral

Aumento no preço da gasolina em Criciúma pode ser indício de cartel

Procon está investigando notas fiscais dos últimos dias para conferir a situação.

Foto: Divulgação

O preço da gasolina tem aumentado nos últimos dias em Criciúma. Na última semana postos chegaram a vender o combustível por R$ 3,48, reduzindo 22 centavos em relação ao ranking divulgado anteriormente. Na atual semana o preço voltou a subir, em praticamente todos os postos de combustíveis. O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) está realizando um novo levantamento para abordar a questão.

“Nós colocamos os nossos fiscais ontem para fazer o ranking novamente e verificar o porquê desse aumento. Demos 24 horas para eles mostrarem as três últimas notas fiscais, para verificarmos se houve o aumento da distribuidora com os postos”, afirmou o coordenador do Procon, Gustavo Colle. “Estamos colhendo essas informações junto aos postos que tiveram os maiores aumentos”, emendou durante entrevista à Rádio Som Maior e ao Portal 4 Oito.

De acordo com o coordenador do Procon, Criciúma tinha a gasolina mais barata de Santa Catarina, disse ainda que essa elevação não está ligada a aumentos da Petrobrás para as distribuidoras. “Quando é redução de preços e ficam praticamente no mesmo valor, não caracteriza cartel. Essa situação onde todos aumentaram no mesmo tempo é um indicio, tudo indica, mas não quer dizer que seja”, afirmou.

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Procon autua posto de combustíveis por preço abusivo em Criciúma

Operação irá fiscalizar 40 estabelecimentos do município, três já foram autuados.

Por chineladas em criança de quatro anos, Tribunal de Justiça mantém condenação de padrasto em Criciúma

A criança possuía várias marcas pelo corpo, em regiões das pernas, costas e nádegas.