Segurança

Autor de criação de perfis falsos com conteúdo pornográfico e difamatório é identificado em Araranguá

Policiais Civis da DPCAMI identificaram o homem que criou os perfis falsos, que irá responder, além da difamação, a inquérito policial pelo crime de falsidade ideológica

Foto: Divulgação

A Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso – DPCAMI de Araranguá identificou o autor de criação de perfis falsos de vítima com conteúdo pornográfico e difamatório.

No dia 30 de março deste ano, uma mulher registrou boletim de ocorrência, no qual informou que foram criados perfis falsos nas redes sociais Instagram e Facebook utilizando suas fotografias e ainda vinculando-a a conteúdo pornográfico e difamando-a.

Após investigações autorizadas pela Justiça, policiais civis da DPCAMI identificaram o homem que criou os perfis falsos, que irá responder, além da difamação, a inquérito policial pelo crime de falsidade ideológica, que ocorre quando alguém utiliza informações falsas ou se faz passar por outra pessoa, com o objetivo de obter algum tipo de vantagem, enganar terceiros ou cometer crime.

A criação de um perfil falso com informações fictícias ou o uso indevido de informações de terceiros pode configurar esse crime.

“Novamente, vale o alerta: não adianta esconder-se atrás de telas, crimes digitais tem consequências reais”, destaca a equipe de investigação da DPCAMI.

Notícias Relacionadas

Mulher é morta a facadas pelo namorado após discussão por ciúmes em Criciúma

Namorado confessou ter usado uma faca de cozinha para matar a vítima em Criciúma

Tigre entra em campo pressionado neste domingo

Pescadores capturam mais de 780 mil tainhas na modalidade arrasto de praia

Corpo de homem é encontrado boiando em rio em Treze de Maio