Geral

Avião com brasileiros na Argentina ainda tem buscas de província onde desapareceu, diz Itamaraty

Ministério reforçou que órgão que controla tráfego aéreo argentino se mantém em alerta

Divulgação

As buscas ao avião desaparecido na Argentina desde o último dia 6, ocasião em que levava três brasileiros a bordo, todos eles de Florianópolis, seguem com recursos mobilizados, segundo afirmou o Ministério das Relações Exteriores em comunicado enviado ao G1 SC nesta quarta-feira (13).

Dois dias antes, a Empresa de Navegação Aérea da Argentina (Eana), que controla o tráfego aéreo no país e estava à frente da operação, anunciou que a busca em grande escala havia sido suspensa. O órgão argentino ainda se mantém, no entanto, em estado de alerta, conforme ele próprio pontuou em seu comunicado na segunda (11) e agora o Itamaraty reiterou em manifestação sobre o caso.

A pasta brasileira também destacou que o governo da província de Chubut, que abriga a cidade de Comodoro Rivadavia, onde foi registrado o último contato do avião, segue empenhado nas buscas, o que também já havia reforçado o subsecretário de Proteção Civil e Gestão de Riscos da região, Jose Mazzei, em contato com a NSC na terça (12).

O ministério ainda afirmou, também ao G1 SC, que um funcionário do Consulado-Geral brasileiro no país vizinho foi até a região de Comodoro Rivadavia, cidade do Chubut em que foi registrado o último contato do avião e onde se concentram as buscas. O encarregado do Itamaraty acompanhou os trabalhos das autoridades argentinas e prestou apoio aos familiares dos tripulantes que foram até lá.

“Desse modo, os recursos de busca disponíveis na província de Chubut seguirão mobilizados. Por seu lado, o Consulado-Geral em Buenos Aires seguirá prestando todo o apoio cabível aos familiares dos desaparecidos e permanecerá em coordenação com as autoridades argentinas”, comunicou o Itamaraty, em nota.

No dia anterior, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (Republicanos), havia feito publicação nas redes sociais em apelo ao Ministério das Relações Exteriores. Na ocasião, ele disse ter colocado a estrutura do Estado à disposição para as buscas em contato com o ministro Carlos França, à frente do Itamaraty.

Na ocasião em que a Eana suspendeu as buscas em grande escala, familiares dos tripulantes do avião desaparecido também se manifestaram nas redes sociais com pedidos de manutenção dos trabalhos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Vereadores aprovam repasse de R$ 10 mil para a APAE de Lauro Müller

A sessão ordinária desta segunda-feira, dia 16, foi realizada sob a presidência do vereador Lindomar Cataneo.

Vereadores de Orleans aprovam gratificação a servidores membros de sindicância administrativa

A sessão ordinária foi realizada sob a presidência do vereador Pedro João Orbem nesta segunda-feira, dia 16.

Rio do Rastro Marathon é marcada por bicampeonatos, recorde e estreias

Atletas de 21 estados brasileiros se desafiaram subindo a Serra de SC em provas de corrida e ciclismo

Homem é preso com 186 kg de maconha na BR-101 em SC

Apreensão foi feita pela PRF e o motorista não soube informar o destino final da droga