Giro Estadual

Avó morre após salvar neto de tiro em SC

Segundo informações da Polícia Militar, o disparo foi feito pelo pai da criança, que descumpriu medida protetiva

Divulgação

Uma avó de 42 anos morreu no interior de Chapecó após tentar salvar o neto de um tiro, nesta quarta-feira (8). Segundo informações da Polícia Militar (PM), o disparo foi feito pelo pai da criança, que não teria aceitado o fim do casamento de 11 anos e descumpriu medida protetiva. O caso é tratado como feminicídio pela Polícia Civil.

O homem, de 29 anos, foi até a casa onde residia anteriormente com a família, por volta das 17h30. Na residência encontrou a ex-mulher, de 27 anos, e seu atual companheiro, o filho de 7 anos e a ex-sogra. De acordo com a equipe de polícia que esteve no local, eles estavam de mudança e retiravam alguns pertences da casa no momento da confusão.

O ex-casal começou a discutir e o homem se retirou da residência, mas voltou atirando contra as quatro vítimas. A avó da criança foi atingida no rosto e o impacto do tiro causou um desequilibrio, que fez com que ela caísse de uma escada de 10 degraus, segundo a ocorrência.

A criança e a mãe, neste momento, se trancaram no banheiro da casa. O homem ainda atirou contra o atual companheiro da ex-mulher e tentou arrombar a porta do banheiro, segundo a PM. Sem sucesso, ele teria fugido do local, de acordo com a ocorrência.

O homem de 31 anos foi encaminhado ao Hospital Regional da cidade. A avó morreu antes das equipes de segurança chegarem no local.

A medida protetiva estava ativa desde o dia 1 de setembro. O caso está com a Polícia Civil e é tratado como feminicídio, de acordo com o delegado responsável Bruno Lélis. O homem segue foragido.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Anvisa determina recolhimento de lotes interditados da vacina CoronaVac

Mais de 12 milhões de doses foram envasados em fábrica não autorizada pela Agência e tinham sido interditadas no início do mês.

Homem é flagrado furtando residência, tenta fugir a nado, mas é capturado em Tubarão

O homem, de 31 anos, estava furtando objetos de uma residência quando foi flagrado por outros moradores.

Pedido de Comissão Processante para cassação de prefeito de Urussanga é arquivado

Houve quatro votos contrários e cinco favoráveis à criação da Comissão.

Mulher é encaminhada ao hospital após ser esfaqueada pelo ex-companheiro, em Tubarão

A situação não foi mais grave apenas porque um motorista que passava pelo local, ao ver a situação, atirou o veículo contra o agressor.