Saúde

Bairro São Sebastião ganha nova Unidade Básica de Saúde

Foram investidos R$ 1.295.217,77 para atender até 6 mil pessoas

Divulgação

Os criciumenses do bairro São Sebastião já contam com uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS). O posto, inaugurado na noite da última segunda-feira (21), tem capacidade para atender até 6 mil pessoas, e teve um investimento de R$ 1.295.217,77, com recursos próprios e provenientes de emenda parlamentar do então deputado estadual, Valmir Comin.

“Em menos de 40 dias, inauguramos a UPA 24h do Rio Maina, a UBS da Próspera e agora a UBS aqui no São Sebastião, com uma infraestrutura de qualidade. Criciúma está investindo pesado na saúde e bem-estar da sua população”, ressaltou o prefeito Clésio Salvaro.

A unidade com 628,38m² tem capacidade para abrigar duas Equipes de Saúde da Família (ESF), com médico, enfermeiro, técnico em enfermagem, agente comunitário e dentista. Além disso, tem suporte de nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta. Todas essas características a classificam como uma UBS de Porte II.

“Essa nova UBS trará mais conforto para os moradores da região. Ela foi equipada para prestar um atendimento eficiente e oferecer, de forma atenciosa, o serviço que o cidadão precisar”, destacou o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande. O espaço conta ainda com uma academia, construída com investimentos do Ministério da Saúde e do Governo Municipal, que somam mais de R$ 175.000,00.

Notícias Relacionadas

Cidade de SC lança cartilha de saúde em idioma do Haiti para atender os mais de 300 imigrantes

Objetivo do material é facilitar a comunicação entre esse grupo e os profissionais da áre da saúde

SC tem menor taxa de desemprego do país no 1º trimestre de 2022, segundo IBGE

Taxa de desemprego no Estado foi de 4,5%, menos da metade do dado médio nacional que foi de 11,1%

Trio é suspeito de matar homem a tiros e facadas em SC

Crime ocorreu no interior de Itaiópolis, na noite de domingo (15)

Turismo nacional avança mais de 75% em março na comparação com 2021

Dados do Índice de Atividades Turísticas do Brasil reforçam as perspectivas de recuperação do setor