Geral

Baleias-francas começam a chegar ao litoral de Santa Catarina

A primeira avistagem desta temporada de uma baleia-franca adulta com registro em vídeo ocorreu na praia do Rosa, em Imbituba

Foto: Marcelo Farias Jr/ Instituto Australis

As baleias-francas já começam a chegar ao litoral catarinense para ganhar e amamentar os filhotes. Os primeiros indivíduos foram vistos nas praias do Sul catarinense.

A primeira avistagem desta temporada de uma baleia-franca adulta com registro em vídeo ocorreu na Praia do Rosa, em Imbituba. O Instituto Australis também recebeu uma informação sobre a presença de baleia na Praia da Gamboa, em Garopaba e em Laguna, próximo à Ilha das Araras, porém não foi possível confirmar a espécie.

A temporada reprodutiva da espécie inicia com a chegada das primeiras baleias, mas a maioria dos animais começam a permanecer nas enseadas a partir da segunda quinzena de julho.

A área é de concentração reprodutiva da espécie no Brasil. No local, é realizado o monitoramento da espécie desde 1982 pelo Instituto Australis (IA).

Segundo as análises dos pesquisadores, nos últimos três anos foi registrada queda no número de visitações, com pelo menos 50 animais no auge da temporada, que ocorre em setembro. Entre 2002 e 2013, a média era de 109. Um dos motivos a redução está associado as mudanças climáticas, indicam os estudos.

A partir de julho, o IA começa o monitoramento por terra das baleias.

Com informações do G1SC

Notícias Relacionadas

Sábado deve ter sol em todas as regiões de SC, mas chance de chuva no litoral

As temperaturas devem ser as esperadas para o verão, mas sem aquecimento acentuado.

Rajadas de vento de até 70 km/h atingem litoral; previsão é de queda na temperatura

O mar também fica agitado com altura de onda de 2 a 2,5 metros próximo à costa.

Corpo é encontrado boiando no mar, próximo ao Farol de Santa Marta

Corpo de Bombeiros de Laguna tenta, desde às 06h40min deste domingo (28), resgatar o cadáver em meio ao mar revolto.

Operação Guarida flagra menores em situação de risco de exploração sexual no litoral e serra catarinense

Em Santa Catarina, os policiais visitaram 17 pontos vulneráveis, como boates e postos de combustível, identificados às margens das rodovias federais.