Geral

Balneário Gaivota amplia atendimento na saúde e emite decreto com medidas mais rígidas

Novo decreto entra em vigência a partir deste sábado (25)

Divulgação/Prefeitura de Balneário Gaivota

A Secretaria de Saúde de Balneário Gaivota adotará novas atitudes para atender a demanda de pessoas em busca de atendimento relacionado ao Covid-19. O setor ampliará e reorganizará o fluxo dos serviços. A partir deste sábado (25) também passará a valer na cidade o Decreto 55/2020, que amplia as restrições ao conter medidas para combater a proliferação do coronavírus. O decreto é orientado pelo CER-AMESC (Comitê Extraordinário Regional AMESC), que embasou todos os municípios do extremo sul a adotar novas estratégias conjuntas diante da pandemia.

A Secretaria Municipal de Saúde está reorganizando o plantão de atendimento de segunda-feira, com a contratação de mais um médico para integrar a equipe. A Unidade de Saúde Central atende das 7h às 22h e o fluxo de procura aumentou bastante com o avanço da pandemia. Aos finais de semana o atendimento é das 9h às 14h, e para o primeiro final de semana de agosto já deverá estar em horário ampliado. Um número de WhatsApp segue disponibilizado para o plantão Covid-19: (48) 99985 5022.

A partir deste sábado, 25 de julho, também entra em vigor as orientações diante do decreto 55/2020, com medidas unificadas pelos gestores para o extremo sul. Entre as ações, ficam suspensas, em Balneário Gaivota, até 3 de agosto de 2020: a circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal de passageiros; a concentração e a permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, academias públicas, praças e praias.

Divulgação/Prefeitura de Balneário Gaivota

Ficam suspensas, em Gaivota, até 7 de setembro de 2020, as aulas presenciais em todos os níveis escolares, sem prejuízo do calendário letivo, permanecendo as aulas remotas no que couber.

Ficam determinadas, até o dia 17 de setembro de 2020, às seguintes restrições, como medida de diminuir a transmissão comunitária do Covid-19, em toda a região do extremo sul catarinense: bares, restaurantes, conveniências e estabelecimentos similares, independente do horário autorizado em alvará, terão seu horário de funcionamento limitado às 21 horas; fica proibido qualquer tipo de atividade de jogos, entre eles: cartas, bilhar, dominós, eletrônicos ou similares dentro de estabelecimentos comerciais e todos os estabelecimentos de comércio de alimentos, sejam mercados, supermercados, atacados, açougues, mercearias e afins deverão permitir a entrada de um único integrante familiar, exceto na hipótese de criança de colo, para compras no estabelecimento, a fim de evitar o acúmulo de pessoas no local.

Todo e qualquer tipo de aglomeração, seja ela em local público ou dentro dos estabelecimentos comerciais, que não respeite o distanciamento mínimo entre pessoas de 1,5 metros será considerada transgressão às normas destinadas à proteção da saúde. Em caso de multa o montante atinge R$ 652,22 em Gaivota. Será considerada como causa à formação de aglomeração, a falta de sinalização, ou orientação aos clientes do comércio, que ensejar aglomeração em frente ao estabelecimento que desrespeite o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre cada cliente.

Também se reforça o uso obrigatório e correto das máscaras de proteção. Outra questão é que fica proibida, até 30 de agosto de 2020, a aglomeração de pessoas nos imóveis situados no município (residências), cujo número de pessoas seja superior a dez.

Notícias Relacionadas

Cidasc emite comunicado sobre proibição de fabricação, comércio, prescrição e uso do herbicida Paraquat no Brasil

A reavaliação toxicológica do paraquat foi determinada em 2008 pela Anvisa e finalizada em 2017

Secretaria de Saúde de Criciúma reforça chamado de gestantes, puérperas e crianças para vacinação contra influenza

Agentes Comunitários de Saúde visitarão as residências para monitoramento e intensificação de informações por causa da baixa adesão à campanha nacional

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Governo do Estado amplia em quase 70% os investimentos e aplica R$ 18,8 milhões em conservação de rodovias em 2020

O repasse para conservação das SCs teve um salto de 69,4% no primeiro semestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado.