Geral

Balsa de Laguna fará compensação ambiental; entenda

Acordo foi firmado entre a empresa responsável pelo transporte aquaviário e órgão ambiental do executivo municipal de Laguna.

Divulgação

A prefeitura de Laguna divulgou nesta semana a assinatura de um termo de compromisso ambiental entre a empresa responsável pela balsa da cidade, e a Fundação Municipal do Meio Ambiente (FLAMA).

A assinatura do certame ocorreu na última sexta-feira (19). A partir de agora, os responsáveis pelo transporte aquaviário terão de cumprir algumas obrigações, como regularização ambiental da atividade, licenciamento ambiental e compensação ambiental da atividade exercida.

A travessia ocorre sobre a Lagoa Santo Antônio dos Anjos, entre as regiões costeiras do bairro Magalhães e região da ilha, Ponta da Barra. A região é APP (Área de Preservação Permanente).

Duas placas também serão instaladas, uma em cada acesso do embarque.

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) recomentou recentemente, no final do mês de outubro, que o executivo deveria realizar licitação de contratação para empresa que presta serviços de transportes aquaviários.

De acordo com o MPSC, a atual atividade seria realizada de forma precária desde 2013, sem concessão público.

Com informações do site ND Mais

Notícias Relacionadas

Serviços da balsa são interrompidos por quatro dias em Araranguá

Usuários deverão usar rota alternativa. Os trabalhos de travessia retornarão ao normal na sexta-feira (23).

Moradores decidem liberar passagem da balsa em Laguna

Uma nova manifestação está marcada para a próxima terça-feira (05), último dia do feriadão de Carnaval. Moradores reclamam do valor cobrado de R$ 15 pela travessia de moradores locais.

Rebocador da balsa de Laguna tomba

Depois de 8 anos, MPSC recomenda que Prefeitura de Laguna faça licitação para balsa

Empresa que presta o serviço de travessia do Canal da Barra se dá de maneira irregular desde 2013; veja o que o Ministério Público está exigindo.