Giro Estadual

Banho frio, violência e falta de alimentos motiva interdição de casa para idosos em SC

Instituição de Cunha Porã, no Oeste do Estado, tem 10 dias para suspender todas as atividades

Divulgação

Uma casa de repouso para idosos de Cunha Porã, no Oeste de Santa Catarina, foi interditada pela Justiça depois que o Ministério Público do Estado constou supostas situações de maus-tratos e negligência na instituição. O local tem um prazo de até 10 dias para encerrar as atividades e encaminhar os cerca de 30 idosos acolhidos para as famílias ou para outras casas de repouso.

Banhos frios, alimentação inadequada ou insuficiente, controle de idosos com amarras e violência física e verbal estão entre as atrocidades supostamente cometidas pela instituição e relatadas à promotora do caso Karen Damian Pacheco Pinto.

A investigação também mostrou que a instituição tem menos funcionários do que o necessário e que muitos deles não têm aptidão para cuidar dos residentes da casa. Pessoas contratados para a limpeza do ambiente, por exemplo, estavam também cozinhando e medicando os idosos.

Segundo Karen Pinto, a instituição é acompanhada há muito tempo. Em 2019, inclusive, um acordo judicial resolveu problemas ligados à infraestrutura e a casa de repouso, por exigência da Justiça, precisou mudar a sede para um local adequado.

Agora, com novas denúncias e informações, a casa foi interditada pela Justiça. O Ministério Público e a Assistência Social de Cunha Porã acompanharão a realocação dos idosos para que a medida liminar seja cumprida e para que todos os residentes fiquem em segurança em outras instituições ou em casas de familiares. Se a medida não for cumprida, a instituição terá que pagar uma multa diária de R$ 500.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Mega-Sena: prêmio acumula e vai a R$ 55 milhões

Dezenas sorteadas: 05 - 14 - 23 - 46 - 48 - 52

Acusado de assédio, professor do IFSC é exonerado no Sul de SC

Servidor Público Federal, professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, IFSC, que foi acusado de assédio sexual foi exonerado da função

SC é o 4° Estado do país com menor preço médio de gasolina comum; veja valor por cidade

Dados são levantados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo); na sexta-feira (1°) , governo de SC reduziu alíquota de ICMS sobre gasolina a 17%

Registros de racismo em SC crescem quase 20% em 2021

Santa Catarina é o segundo estado com maior número de registros de injúria racial, aponta Anuário de Segurança Pública; neste domingo celebra-se o dia Nacional de Combate à Discriminação Racial.