Geral

Bazar da APAE de Orleans com produtos apreendidos pela Receita Federal é realizado neste sábado

Bazar da APAE de Orleans com produtos apreendidos da Receita Federal é realizado em Orleans

Fotos: Stéphanie Piava / Divulgação / Sul in Foco

O Bazar da APAE de Orleans, com mercadorias apreendidas pela Receita Federal, tem agradado tantos os compradores, pelos preços baixos, quanto a organização, que já vê bons resultados. Ele iniciou às 8h e seguiu até as 12h deste sábado (16). À tarde, será das 13h às 18h, na sede da instituição, no bairro Barro Vermelho.

Conforme o presidente Lorenço Ascari Junior, o bazar tem transcorrido de forma tranquila. “Está ocorrendo tudo dentro da normalidade. Há diversos monitores para atender aos compradores. Há pouca formação de fila. Muitas pessoas já compraram e saíram felizes com o que conseguiram adquirir. Tem muitas mercadorias ainda, muitas coisas boas. Até as 18 horas, estamos na sede da APAE, atendendo a todos os que têm interesse em comprar bons produtos por um preço bem abaixo”, afirmou.

Os valores adquiridos com a venda das mercadorias do Bazar Beneficente serão revertidos a APAE de Orleans, para a ampliação da sede da Escola Lar da Esperança. A previsão é que se arrecade aproximadamente R$ 150 mil. Após o evento, o montante total será divulgado para toda a população.

Entre os itens disponíveis, estão peças de vestuário, mantas de casal e infantil, calçados, perfumes, cosméticos, brinquedos, eletroeletrônicos e entre outros. Eles serão divididos por departamentos para facilitar a visualização das mercadorias.

  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 07.08.58 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 07.09.02 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.46.03 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.46.06 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.46.07 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.46.55 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.46.58 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.47.47 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.13 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.20 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.28 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.31 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.33 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.36 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.40 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.43 (Copy)
  • WhatsApp Image 2017-09-16 at 10.53.47 (Copy)

Atenção às regras, condições de compras e acesso ao local:

• Os produtos somente serão vendidos para pessoas físicas. Dessa forma, se faz obrigatória a apresentação do RG e CPF;

• O valor máximo de compras por pessoa é de R$ 900. Caso o preço unitário da mercadoria ultrapasse este valor, a compra se restringirá apenas a este bem;

• Cartões de créditos e cheques não são aceitos como forma de pagamento, somente dinheiro;

• Não serão colocados a venda lotes de mercadorias fechados, isso porque os itens não podem ter destinação comercial e, tampouco, serem revendidos ilegalmente no comércio, sob pena de apreensão por parte das autoridades competentes;

• Para acesso ao local de exposição das mercadorias será distribuída senha numérica por ordem de chegada;

• É proibido entrar com bolsas, mochilas ou similares;

• O acesso ao local será limitado, conforme a disposição de monitores para atendimento e orientação;

• Poderá, ainda, ser limitado o tempo de permanência das pessoas, caso a diretoria da APAE de Orleans constatar que tenha formação de longa fila de espera.

Há também uma quantidade máxima para cada item

Brinquedos (15 unidades – no máximo três unidades por tipo), artigos de bazar (15 unidades – no máximo três unidades por tipo), equipamentos eletrônicos (2 unidades por tipo), relógios de pulso (5 unidades), instrumentos músicas (1 unidade por tipo), vestuário (12 unidades – no máximo três unidades por tipo), perfumes e cosméticos (5 unidades – no máximo três unidades por tipo), outros produtos não descritos (5 unidades – no máximo três unidades por tipo).

Notícias Relacionadas

Solidariedade: engajamento da população garante realização da cirurgia de Davi

Empresário de Criciúma é preso ao trazer mercadorias da Itália sem pagar impostos

Segunda maior apreensão de maconha do Estado é realizada em carga de milho com destino a Imbituba

Droga seria deixada em Florianópolis. No mês passado, um caminhão com carga semelhante de grãos com destino a Lauro Müller, transportava volume maior.

Tubaronenses realizam campanha para bebê com síndrome rara

Doença faz com que Jonatas não tenha os movimentos do corpo. O tratamento no Brasil é apenas paliativo.