Geral

Banco do Brasil libera operações de crédito para micro e pequenas empresas

Objetivo é garantir a liquidez financeira nesse período de pandemia

Divulgação

O Banco do Brasil começou nessa segunda-feira (23) a liberar as operações de crédito para garantir a liquidez financeira das micro e pequenas empresas nesse período de pandemia do coronavírus. Esses clientes poderão prorrogar as próximas duas parcelas a vencer, que serão migradas para o final do cronograma de pagamento de suas dívidas.

Além da prorrogação das parcelas, a incidência dos juros será diluída ao longo de todo o cronograma de pagamentos. As linhas contempladas utilizam recursos próprios do BB. O objetivo é garantir que as micro e pequenas empresas não necessitem dispor de seus caixas para pagar empréstimos neste momento, liberando recursos para garantir o pagamento de funcionários e fornecedores.

O pequeno empresário que quiser se valer das medidas pode fazer a contratação diretamente no Gerenciador Financeiro. Também é possível realizar na agência, mas o BB orienta que o empreendedor utilize o canal remoto.

As linhas contempladas são:

– BB Giro Digital

– BB Giro Empresa

– BB Giro Rápido

– BB Giro Cartões

– BB Giro Corporate

– BB Financiamento

Além disso, o Banco do Brasil informou que está com todas as suas linhas de crédito de capital de giro à disposição dos clientes, também no sentido de prover liquidez às micro e pequenas empresas.

Notícias Relacionadas

Congresso deve derrubar veto e reincluir pequenos negócios no Simples Nacional

O projeto permitiu que 470 mil micro e pequenas empresas retornassem ao programa após aderirem ao refinanciamento dos débitos tributários. O texto foi vetado pelo presidente Temer em agosto deste ano.

Mais da metade das micro e pequenas empresas que pretendem investir usarão recursos próprios

Segundo pesquisa do SPC Brasil e CNDL, entre os empresários ouvidos, 34% sinalizaram que devem investir nos próximos três meses. Para 73%, contratação de crédito não está em seus planos

Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep

Trabalhadores têm até 30 de junho de 2020 para sacar recursos.

Banco do Brasil isentará clientes de tarifa do cheque especial em 2020

Instituição diz que quer valorizar relacionamento com correntistas