Geral

BC libera oficialmente transferências bancárias pelo WhatsApp

Uso para pagamentos segue em análise.

Divulgação

Horas depois de o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, anunciar que o órgão liberaria transações pelo WhatsApp, o BC autorizou oficialmente as transferências bancárias pelo aplicativo. A decisão foi anunciada na noite desta terça-feira (30) pela autoridade monetária.

A empresa Facebook Pagamentos do Brasil, dona do WhatsApp, foi aprovada como “iniciador de transações”. As operadoras Visa e Mastercard receberam autorizações de dois arranjos de pagamentos: transferência/depósito e operações pré-pagas, em que o cliente abastece uma carteira virtual com dinheiro para gastar mais tarde.

As operações só poderão ser feitas dentro do Brasil. Transações com o exterior estão vetadas. Os pagamentos de compras por meio da plataforma Facebook Pay, que haviam sido pedidos pelas operadoras, continuam sob análise e não foram incluídos na autorização.

Em nota, o Banco Central informou que as autorizações “poderão abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos”. As transferências e as contas pré-pagas estarão disponíveis assim que o WhatsApp liberar a modalidade. Caberá ao próprio aplicativo definir as tarifas de transação.

Em junho do ano passado, o BC suspendeu o teste que o Facebook tinha começado a fazer no Brasil . Em parceria com as operadoras Visa e Mastercard, pessoas físicas e empresas poderiam usar a função pagamento dentro do aplicativo para transferirem dinheiro e fazerem pagamentos dentro do país e em reais. O BC, na época, interrompeu o serviço para verificar os riscos da nova tecnologia.

Com informações do site Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Instagram, Facebook e WhatsApp enfrentam instabilidades nesta quarta-feira no Brasil

Usuários em todos os continentes relataram dificuldades. O problema afetou países como a Polônia, Itália, Nova Zelândia e Estados Unidos.

Governo de Içara implanta ouvidoria por WhatsApp

O WhatsApp é o novo canal de comunicação da Ouvidoria Geral do Governo de Içara.

Eleições: Disparos em massa pelo WhatsApp podem ser denunciados

As mensagens de candidatos têm causado incômodo? Conforme o advogado eleitoral, Maicon Schmoeller Fernandes, de Braço do Norte, não existe uma lei que proíba, em tese, o envio, mas um link de denúncia contra os que utilizam o procedimento de forma ilegal foi criado.

Polícia Militar desarticula grupo no WhatsApp que informava sobre blitz em Morro da Fumaça

Um policial se infiltrou no grupo criado no aplicativo de celular e anunciou a todos os integrantes que cometiam um crime contra a segurança pública.