Giro Estadual

Bolsonaro prorroga alíquota zero de IOF sobre crédito

A medida valerá até 31 de dezembro

Real-Moeda Nacional

O presidente Jair Bolsonaro prorrogou a alíquota zero para o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas operações de crédito. A decisão está em decreto publicado em edição extra do Diário Oficial da União de hoje (2).

Essa é a segunda vez que o governo prorroga a isenção como medida de combate à crise gerada pela pandemia de covid-19. Em julho, o governo estendeu a prorrogação por 90 dias. O prazo acabaria hoje. Com a nova prorrogação, a medida vale até 31 de dezembro.

A alíquota zero de IOF foi anunciada, pela primeira vez, em abril para aliviar o crédito a pessoas físicas e empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

Tradicionalmente, o IOF cobra alíquota de 3% sobre o valor total da operação de crédito, independentemente do prazo, mais 0,38% ao ano.

Dessa forma, a alíquota máxima pode chegar a 3,38%, diminuindo caso a operação tenha prazo inferior a um ano.

Notícias Relacionadas

Ciclone em SC: Governo do Estado prorroga pagamento de ICMS para atingidos por evento climático

Com isso, os contribuintes poderão pagar o imposto referente ao mês junho até o dia 10 de setembro.

Coronavírus em SC: Estado prorroga quarentena por mais cinco dias e projeta início de flexibilização para mais setores

O Governo do Estado antecipou que a flexibilização das restrições a partir da próxima segunda-feira (13), está em estudo, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

Bolsonaro sanciona medida que concede R$ 16 bi a estados e municípios

Presidente vetou um dos dispositivos da MP

Criciúma prorroga para 13 de março vencimento da primeira parcela do IPTU e outros tributos municipais

Novos carnês devem ser retirados a partir de quarta-feira, 4, sem cobrança de juros e multas. Problema no sistema impediu pagamento das faturas que venciam na última sexta-feira (28)