Geral

Braço do Norte determina que empresas atuem com 50% dos funcionários

A medida foi tomada por meio de Decreto Municipal do Prefeito Beto Kuerten Marcelino

Divulgação

A Prefeitura de Braço do Norte emitiu Decreto que determina novas exigências de prevenção contra o Covid-19 para as indústrias operantes no município. A partir desta sexta-feira (20), as indústrias, exceto as do ramo alimentício, devem operar com no máximo 50% dos funcionários.

O prefeito Beto Kuerten Marcelino explica como deve ser feita a dispensa dos funcionários. “Vamos priorizar os grupos de risco, que incluem os idosos, os diabéticos, os hipertensos, as pessoas com insuficiência cardíaca, renal ou doença crônica. Um apelo também para as mães que tem os seus filhos em casa. Nessa seleção, pedimos para os empresários também esta compreensão”, comenta o prefeito.

O Decreto também estabelece que “os funcionários que fazem parte do grupo de risco, inclusive das indústrias do gênero alimentício, assim como os que não residem em Braço do Norte, devem ser dispensados das suas atividades, sem qualquer prejuízo, para isolamento social”.

O prefeito Beto ainda ressalta que “tudo isso é voltado à saúde pública dos funcionários, das famílias e de todos que residem em Braço do Norte”. Beto explica que o Poder Executivo está acompanhando a evolução da doença na cidade e pode tomar novas medidas ao longo dos dias. “Se tivermos a necessidade, seremos mais rígidos ainda com o fechamento total das indústrias, exceto as alimentícias”, comenta.

Veja o decreto na íntegra:

Veja o vídeo:

Notícias Relacionadas

Lauro Müller irá permanecer com nove vereadores nos próximos quatro anos

A decisão foi tomada pelos atuais vereadores por meio de ofício assinado pelo presidente da Casa nesta segunda-feira (13)

Coronavírus em SC: Estado é destaque em pesquisas de combate à Covid-19

Cientistas de Santa Catarina atuam nesse momento em pelo menos 182 projetos de combate à Covid-19 e seus efeitos.

Segunda edição do mutirão de exames e consultas ‘Fila Zero’ é lançada em Lauro Müller

Todos os pacientes beneficiados estão cadastrados no Sistema de Regulação (SISREG) e já foram avaliados pelo médico regulador.

Secretário da Saúde debate modelos de contratação de leitos privados com órgãos de controle e prefeituras

Por conta do aumento significativo da ocupação dos leitos públicos, os entes públicos entendem como necessária a contratação na rede hospitalar privada