Poder Executivo

Braço do Norte recebe R$ 150 mil para custeio da saúde

O prefeito, Beto Kuerten Marcelino, e o vice-prefeito, Ronaldo Fornazza, foram a Florianópolis para a entrega.

Foto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Braço do Norte

Braço do Norte recebeu ontem, segunda-feira, 22, a ordem de pagamento de R$ 150 mil, via Estado de Santa Catarina, para custeio da saúde. O prefeito, Beto Kuerten Marcelino, e o vice-prefeito, Ronaldo Fornazza, foram a Florianópolis para a entrega.

O montante faz parte do compromisso de R$ 600 mil assumido pelo deputado federal João Rodrigues.
Prefeito e vice estavam acompanhados do secretário executivo da ADR, Ricardo Medeiros, e dos vereadores Jacinto Perin e Rafael Borgert.

Segundo Beto, que agradeceu o empenho do deputado João Rodrigues, a verba será investida diretamente na melhoria do atendimento e condições para a população na área da saúde. ” Nossa gestão está sendo programada e a cada dia uma boa notícia ao nosso povo”, encerrou.

Notícias Relacionadas

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Interessados em oferecer serviços de transportes com plataformas digitais têm 30 dias para se regularizar em Braço do Norte

Após 30 dias, aqueles que estiverem exercendo o transporte remunerado de passageiros e não estiverem regularizados estarão sujeitos às medidas estabelecidas na Lei Complementar 487/2019.